Homens mineiros são os que mais querem relacionamento sério

Mais antigo site de relacionamentos do Brasil, o NamoroOnline comprova uma tendência: cada vez mais homens e mulheres buscam - e encontram - sua cara metade com a ajuda da tecnologia

por Valéria Mendes 23/09/2014 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
SXC.hu/Banco de Imagens
As cidades mineiras com mais usuários cadastrados no 'NamoroOnline' são Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem e Juiz de Fora (foto: SXC.hu/Banco de Imagens)
Homens estão à procura de relacionamentos duradouros tanto quanto as mulheres. O Saúde Plena já abordou o tema em reportagem que você pode rever aqui. A novidade é que, entre os brasileiros, os mineiros consagram-se campeões nesse desejo. A informação é do mais antigo site de namoro do Brasil, o ‘NamoroOnline’ que tem mais de 3 milhões de solteiros cadastrados e que, agora, é parceiro do Portal Uai, que integra o grupo de comunicação Diários Associados. Em Minas, 400 mil pessoas utilizam a ferramenta. “Um fato interessante que temos notado é que cada vez mais os homens estão à procura de relacionamentos sérios, algo que antes era dominado pelas mulheres. Em Minas Gerais, por exemplo, a proporção de homens que procuram um relacionamento sério é maior que no restante do Brasil”, afirma o fundador do site, Marcos Vieira.

As mineiras, por outro lado, não figuram no topo da lista das mais interessadas em relacionamento sério. Segundo dados do ‘NamoroOnline’, elas estão dentro da média nacional. Mas uma informação que as diferencia das mulheres de outros estados chama atenção: para as mineiras, é mais importante que o homem não esqueça datas comemorativas, como por exemplo, o aniversário de namoro, do que sexo no relacionamento. Outro dado curioso relacionado a Minas Gerais foi divulgado pelo site de traição AshleyMadison. Com 26 milhões de usuários cadastrados em 32 países, o Brasil tem dois milhões de inscritos, Belo Horizonte é a segunda cidade do país com maior número de mulheres inscritas no site de relacionamentos extraconjugais (saiba mais aqui).

SXC.hu/Banco de Imagens
"Quando os casais vão para o primeiro encontro, a sensação é de já se conhecerem - Marcos Vieira, fundador do site brasileiro 'NamoroOnline', há mais de 15 anos no ar (foto: SXC.hu/Banco de Imagens)
Particularidades regionais à parte, fato é que cada vez mais homens e mulheres buscam - e encontram - relacionamentos com a ajuda da tecnologia. O Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, no Brasil, mais de 80 milhões de pessoas estão solteiras. Marcos Vieira cita uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, sobre o mercado brasileiro de solteiros. Segundo ele, de 1000 entrevistados, 83% afirmaram ter encontrado na vida real alguém que conheceram primeiro na internet. “Nos últimos 10 anos, a busca por esse tipo de serviço aumentou mais de 1000% no Brasil. Hoje não é mais uma novidade e não existe mais preconceito com quem utiliza essas ferramentas que se tornaram mais uma opção. Antes a principal forma de começar um relacionamento era por indicação de amigos”, afirma o fundador do ‘NamoroOnline’. Atualmente, para Marcos Vieira, os serviços online têm sido a primeira opção para muita gente.

Perfil de cadastrados
As cidades mineiras com mais usuários cadastrados no ‘NamoroOnline’ são Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem e Juiz de Fora. Tanto em Minas, como Brasil afora, a distribuição por gênero é bem equilibrada: 53% são homens contra 47% de mulheres. “A maioria das pessoas estão são acima dos 35 anos e procuram namoro, amizade e romance”, diz. Sexo aparece na sexta posição atrás de companhia e casamento.
SXC.hu
Maioria dos cadastrados no 'NamoroOnline' tem acima de 35 anos (foto: SXC.hu)

Entenda o ‘NamoroOnline’
O primeiro passo para ter acesso aos 3 milhões de solteiros cadastrados é criar um perfil na plataforma, procedimento que é gratuito. Na sequência, o sistema faz algumas perguntas relacionadas ao perfil social, gostos e interesses da pessoa e de quem ela procura. “Depois que o perfil e as fotos são aprovados por uma equipe de auditoria, o usuário começa a fazer contatos através de bate-papo e mensagens. Além de o próprio usuário poder utilizar filtros de busca para encontrar pretendentes, o site também indica pessoas compatíveis através de um algoritmo de combinação que está sempre em evolução”, explica Marcos Vieira.

O ‘NamoroOnline’ busca oferecer informações seguras para os usuários. Segundo o fundador do site, uma equipe de auditoria verifica todos os perfis e fotos antes de disponibilizá-las. Esse trabalho não para, é realizado durante as 24 horas do dia. “Além disso, possuímos ferramentas de denúncia e a qualquer momento um usuário pode denunciar um perfil suspeito para que possamos verificá-lo. Toda comunicação no site é realizada de forma anônima e nenhum dado de contato é permitido no perfil ou é revelado em momento algum, a não ser que o próprio usuário o faça, quando, por exemplo, vai marcar algum encontro ou deseja evoluir a conversa para o telefone”, diz o fundador do site.

Embora gratuito, o ‘Namoro Online’ oferece uma conta Premium no valor de R$ 37,90 mensal ou R$ 113,40 semestral, que permite a utilização de alguns recursos a mais. Na conta gratuita, o usuário pode criar o perfil, inserir fotos, realizar buscas, ver os perfis e fotos dos usuários, enviar mensagens para todos e responder as mensagens recebidas de usuários Premium. Quem paga tem, por exemplo, destaque nas buscas e sabe quem acessou seu perfil.

SXC.hu/Banco de Imagens
O Brasil tem mais de 80 milhões de solteiros (foto: SXC.hu/Banco de Imagens)
O diferencial do ‘NamoroOnline’ é que, ao contrário do Tinder que é uma ferramenta gratuita de paquera para um encontro rápido em um determinado local ou evento, é que o site brasileiro é “voltado a quem procura um relacionamento para uma vida”, reforça o idealizador. “Obviamente alguns desses encontros do Tinder podem se tornar namoro, mas não é o objetivo principal do aplicativo. Quem paga demonstra estar seriamente procurando alguém, diferentemente das redes sociais, onde não existe nenhum filtro”, compara Marcos Vieira.

A versão mobile do ‘NamoroOnline’ está prevista para 2015 e vai funcionar em qualquer smartphone ou tablet. “Também vamos criar alguns serviços exclusivos para Minas Gerais”, planeja Marcos Vieira.

Como encontrar o par perfeito
Além de o próprio site indicar pessoas com perfil compatível ao que a pessoa cadastrado deseja, o jeito mais simples é usar a ferramenta de busca onde o usuário ou a usuária seleciona os filtros e visualiza os perfis. Marcos Vieira chama atenção para uma curiosidade: “as pessoas entram no site procurando um perfil específico, montando par perfeito, quando na verdade sabemos que na vida real não é bem assim que acontece. É bem comum casais começarem a namorar pelas indicações que fazemos”.

O fundador do ‘NamoroOnline’ conta que quando os casais vão para o primeiro encontro, a sensação é de já se conhecerem. “Antes, conversam bastante pelo site, trocam informações e experiências de forma gradativa, até se sentirem preparadas para o próximo passo. É um processo natural. O site serve para aproximar as pessoas. A coisa mais gratificante é receber um depoimento de mais um casal que começou a namorar ou que se casou através do site. E por mais incrível que pareça, acontece quase todos os dias”, observa.

Reprodução NamoroOnline
(foto: Reprodução NamoroOnline)
Pensei que o site era só para passar o tempo. Vamos nos casar em dezembro.
"Gostaria de agradecer ao NamoroOnline. Quando me escrevi, realmente achei que era só para passar o tempo, mais recebi um email que me chamou atenção e resolvi responder, foi aí que tudo começou.

Conheci o André e começamos a conversar. Logo percebemos que tínhamos muito em comum entre nós.

Depois de mais ou menos três dias ele veio de Rio Claro até a zona norte de São Paulo para me conhecer pessoalmente. Nos encontramos e nos gostamos de imediato.

Estamos namorando, e decidimos nos casar em dezembro.

Estamos muito felizes, obrigada ao NamoroOnline por proporcionar estes encontros entre pessoas que procuram sua cara metade."
- Andreia, 34 anos, São Paulo, SP.

Clique aqui e acesse o site.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA