Chás aquecem coração e fazem bem à saúde; confira receitas, cuidados e curiosidades

É a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água. E quando as temperaturas caem, o consumo aumenta, porque o chá, além de aquecer, traz a sensação de aconchego. Além oferecer nutrientes para o bom funcionamento do organismo, há indicações para insônia, digestão, estresse, emagrecimento...

por Lilian Monteiro 29/06/2014 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Jair Amaral / EM / DA Press
Para a fotógrafa Sandra Arruda, adoçar o chá chega a ser um sacrilégio. Sua receita é a combinação entre ervas e água quente (foto: Jair Amaral / EM / DA Press)
Ele aquece, faz bem à saúde e mantém a boa forma. O chá é saudável e nas baixas temperaturas é a bebida ideal para mineiros e brasileiros se esforçarem para torná-lo um hábito de consumo. Reza a lenda que sua origem está na China, no ano 2737 a.C., quando o imperador Shen Nung descansava sob uma árvore e algumas folhas caíram numa vasilha com água que seus servos ferviam para beber. Atraído pelo aroma, ele provou e adorou. Se é real ou não, pelo menos a história é interessante e tem ar romântico.

 

Esta matéria é dividida em três partes. Leia também:

Passado de mãe para filha, consumo de chá também ser feito com cuidado

Chá deve ser saboreado como vinho

 

No entanto, o tratado de Lu Yu é conhecido como o primeiro registro escrito de caráter técnico sobre o uso do chá, no século 8, durante a dinastia Tang, que definiu o papel da China como responsável pela introdução da bebida no mundo. Da China, o chá conquistou o Japão por meio da cultura dos monges budistas, e esses países têm, tradicionalmente, uma cerimônia com grande significado. Aos poucos, esse o ritual da bebida aromática se espalhou por todas as partes. Na Europa, a referência mais antiga da literatura é atribuída a Marco Pólo, no relato de sua viagem.

É a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água. E quando as temperaturas caem, o consumo aumenta, porque o chá, além de aquecer, traz a sensação de aconchego. Sem falar dos benefícios à saúde. Além oferecer nutrientes para o bom funcionamento do organismo, há indicações para insônia, digestão, estresse, emagrecimento... No entanto, vale a regra que exagero sempre é prejudicial e que, apesar de ser uma bebida da vovó, natural, tem contraindicações. Médicos, nutricionistas e personagens falam dos prós e contras, dão receitas, exaltam os aspectos saudáveis e alertam sobre os exageros. O conselho é apreciar com moderação.

CURIOSIDADES:
1) Na antiga China e Sibéria, o chá era muitas vezes utilizado como moeda de troca, tendo um valor tão elevado como o próprio dinheiro.
2) Estima-se que diariamente sejam saboreadas mais de três bilhões de chávenas de chá.
3)Maiores consumidores: Índia, Paquistão, Bangladesh, Sri Lanka, Turquia, Marrocos, Rússia, China, Irlanda, EUA e Reino Unido.
4) Existem cerca de três mil variedades de chá.
5) Durante a Segunda Guerra, soldados britânicos faziam uma pausa nas batalhas para saborear uma chávena de chá.
6) No Tibete, o chá é considerado uma bebida sagrada.
7) O chá preto é o mais produzido, consumido
e exportado no mundo.

RECEITAS

Reprodução / Internet
Camomila é considerada ansiolítico natural e pode ajudar no sono (foto: Reprodução / Internet)
CHÁS

» Chá melissa + camomila = ansiolítico natural
Utilize uma colher de chá de folhas secas de melissa mais uma colher de chá de camomila para cada xícara de água. Assim que a água ferver, adicionar as ervas, ferver por um minuto e desligar o fogo. Deixar em infusão por cinco minutos. Coar e está pronto para beber. Pode ser consumido quente ou frio. Usar três xícaras por dia, preferencialmente após as refeições.

» Chá de hibisco + cavalinha = emagrecedor
Utilizar uma colher de sobremesa de hibisco desidratado e uma colher de sobremesa de cavalinha desidratada para um litro de água. Assim que a água ferver, adicionar as ervas, ferver por um minuto, apagar o fogo e deixar em infusão por cinco minutos. Coar e está pronto para beber. Pode ser consumido quente ou frio. Beber um litro ao longo do dia.

» Passiflora + camomila = ajuda no sono
Misturar ½ xícara de passiflora desidratada + ½ xícara de camomila desidratada e guardar em um recipiente de vidro. Usar uma colher de sobremesa para cada xícara de água. Fazer a infusão e beber de uma a duas xícaras à noite.

» Chá de alecrim = digestivo e omeprazol natural
Usar uma colher (sopa) de folhas de alecrim para três xícaras de água. Melhor se puder usar o alecrim fresco e orgânico. Se não, usar a erva desidratada. Levar ao fogo a água e a erva. Assim que levantar fervura, aguardar três minutos e desligar o fogo. Tampar e deixar em infusão por cinco minutos. Coar e servir quente ou frio. Beber três xícaras ao dia.

Selecoes Reader's Digest/reproducao
O alecrim tem propriedades digestivas (foto: Selecoes Reader's Digest/reproducao)
SUCHÁS (suco + chá)

» Suchá detox
1 fatia de melão picado sem casca e sem semente; 1 fatia fina de gengibre; 200 ml de chá verde gelado; 1 colher (sopa) de mel ou açúcar orgânico. Bater tudo no liquidificador e consumir imediatamente.

» Suchá de capim-cidreira com limão
500ml de chá de capim-cidreira gelado; suco de 1 limão; 1 colher (sopa) de mel ou açúcar orgânico. Bater tudo no
liquidificador e beber ao longo da manhã.

Os benefícios
» Verde: antioxidante, anti-inflamatório, termogênico. Muito usado nos países do Oriente.
» Hortelã: indicado para problemas estomacais, intestinais e respiratórios, acalma (refresca) o sistema nervoso, desintoxica.
» Maçã: calmante, antibacteriano, antiviral, anti-inflamatório, digestivo e diurético.
» Camomila: alivia gases intestinais, desintoxica o fígado, calmante, combate a insônia.
» Capim-cidreira: sedativo, analgésico, calmante, diurético, hipotensor, depurativo.
» Hibisco: elimina toxinas, estimula a queima de gordura corporal, facilita a digestão.
» Alecrim: digestivo, reequilibra pH do estômago, antiiflamatório
» Jasmin: digestivo, ansiolítico, antioxidante.

Formas de preparo
» Infusão: indicada para chás feito de folhas ou flores. É o processo de ferver água, desligar o fogo e adicionar a planta. Depois de desligar o fogo, abafa-se por cinco minutos para desprender as substâncias para a água.

» Decocção: indicada para chás feitos de partes mais fibrosas e duras como casca, raiz e folhas muito grossas. É o processo de ferver a água com a planta medicinal, a fim de desprender as substâncias para a água. A fervura varia de três a sete minutos, dependendo da parte da planta usada.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA