Morre o mexicano que chegou a ser o homem mais obeso do mundo

Manuel Uribe, considerado o homem mais obeso do mundo em 2007 pelo livro Guiness dos Recordes com 597 quilos, morreu nesta segunda-feira aos 48 anos

por AFP - Agence France-Presse 27/05/2014 08:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Edgar QUINTANA / AFP
Uribe em foto de 2008: ele chegou a pesar 597 quilos, mas havia emagrecido e morreu com 394 (foto: Edgar QUINTANA / AFP)
O mexicano Manuel Uribe, considerado o homem mais obeso do mundo em 2007 pelo livro Guiness dos Recordes com 597 quilos, morreu nesta segunda-feira aos 48 anos, informaram fontes médicas.

"As causas preliminares da morte foram arritmia cardíaca e uma descompensação por perda de líquido nas pernas", disse à AFP uma fonte do Hospital Universitário de Monterrey, cidade industrial do norte do México.

Uribe, que tinha conseguido emagrecer até os 394 quilos com os quais morreu, deu entrada em 2 de maio no centro médico, aonde chegou levado por um guindaste do Departamento de Defesa Civil, da cidade onde vivia em San Nicolás de los Garza, perto de Monterrey.

Depois de ganhar fama com o recorde Guiness, o mexicano se submeteu a uma rigorosa dieta e chegou a perder mais de 230 quilos. Em 2008, e após oito anos sem poder se movimentar, Uribe se casou no civil e também chegou de guindaste na cerimônia, que teve os direitos de transmissão vendidos com exclusividade para uma emissora americana.

Naquele mesmo ano morreu José Luis Garza, um dos homens mais obesos do mundo, que na ocasião pesava 450 quilos. Garza morava no estado de Nuevo León, e tinha 47 anos.

A obesidade é um dos principais problemas de saúde no México. Segundo números oficiais, 70% dos adultos e 30% das crianças sofrem de sobrepeso ou obesidade, superando os índices dos Estados Unidos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA