Personalidade influencia se homens e mulheres terão filhos ou não

Homens que são extrovertidos e mais abertos tendem a ter mais filhos, enquanto as mulheres que se classificam como mais cautelosas e seguidoras das regras em testes de personalidade tendem a ter menos filhos ou nenhum

por AFP - Agence France-Presse 22/08/2013 13:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
©Ventura/shutterstock.com
Embora o estudo seja baseado em dados da Noruega, o chefe de pesquisa Vegard Skirbekk diz que os resultados provavelmente se aplicam de maneira mais ampla (foto: ©Ventura/shutterstock.com)
Um novo estudo sugere que certos traços de personalidade podem influenciar a probabilidade de a pessoa ter filhos ou não, mas eles são diferentes em homens e mulheres.

Pesquisadores do Instituto Internacional para Análise de Sistemas Aplicados da Áustria descobriram que os homens que são extrovertidos e mais abertos tendem a ter mais filhos, enquanto as mulheres que se classificam como mais cautelosas e seguidoras das regras em testes de personalidade tendem a ter menos filhos ou nenhum.

Homens com traços de personalidade neuróticos, como mau humor, também apresentaram chances de ter menos filhos, em comparação com as gerações anteriores. O estudo usou dados de pesquisa e de registros de nascimento de mais de 7 mil noruegueses entre 1927 e 1968.

Embora o estudo seja baseado em dados da Noruega, o chefe de pesquisa Vegard Skirbekk diz que os resultados provavelmente se aplicam de maneira mais ampla. "A Noruega é um país líder em termos de dinâmica familiar", disse ele. "Muitas tendências que foram observadas pela primeira vez na Noruega, aumento de uniões estáveis, as taxas de divórcio e, posteriormente, o casamento, por exemplo, mais tarde foram observadas em muitas outras partes do mundo. E claro que isso vai continuar a ser visto se este fenômeno também se espalhar."

A pesquisa sucede um estudo de 2010 da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, que constatou que em sociedades com altas taxas de natalidade, as mulheres neuróticas e os homens extrovertidos tendem a ter mais filhos. Esse estudo foi publicado no periódico Proceedings of National Academy of Sciences.

VÍDEOS RECOMENDADOS