Praça do Papa recebe festival I Love Jazz neste fim de semana

Edição de 2015 vai focar nos tributos, com destaque para o centenário de Billie Holiday e Frank Sinatra

por Eduardo Tristão Girão 28/08/2015 08:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcos Vieira/EM/D.A Press
Grupo BeHoppers vai dar aula de dança durante o I Love Jazz (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Com o mesmo número de atrações do ano passado, mas concentradas em dois dias em vez de três, a sétima edição do festival I Love Jazz vai ocupar a Praça do Papa, amanhã e domingo, com uma alegre novidade. Além de shows, haverá aulas e campeonato de lindy hop, estilo de dança norte-americano criado nos anos 1920. Curiosamente, ele ganhou muitos adeptos no Brasil, incluindo um grupo em BH, o BeHoppers, cujos integrantes serão os professores do público. Tudo de graça. O festival é promoção cultural do Estado de Minas.


“É um estilo bastante alegre, com passos divertidos. Dá pra dançar tanto acompanhado quanto sozinho. É muito fácil aprender. Como segue o estilo do suingue jazz, tem muito improviso. É uma dança extrovertida, quase uma brincadeira, não aquela coisa sisuda com passos marcados”, explica o professor Fabrício Martins, integrante do BeHoppers.

As aulas serão realizadas amanhã e domingo, às 15h. O campeonato foi marcado para amanhã, às 17h30. Nos dois casos, é preciso fazer inscrição pela internet. Detalhe: pode-se escolher entre dançar sozinho ou acompanhado, mas não há como especificar o par, no caso de inscrição em dupla.

“O nosso foco é a dança social. Os casais serão sorteados na hora, bem como as músicas que serão tocadas”, informa Fabrício Martins. Um piso de vinil será instalado na praça para minimizar as irregularidades do terreno. Iniciantes são bem-vindos.

HOMENAGENS Este ano, o foco do festival está nos tributos. Os centenários de Billie Holiday e Frank Sinatra motivaram, respectivamente, a volta da cantora Taryn Szpilman ao evento e o repertório da Happy Feet (no formato big band, em vez de jazz band). Completam a programação Benny Goodman Sextet Tribute, 3 For Swing (tributo a Nat King Cole), Mem’Ory (que fará homenagem ao trombonista Kid Ory), Dixielloyds e Paulistanea Swing Band.

“O critério é sempre a qualidade. O artista ou o grupo tem de estar dentro do estilo do festival, que é mais clássico e remete às décadas de 1920 a 1940. Busco o máximo possível de subestilos. Depois do nosso evento, as pessoas começam a pesquisar, a comprar discos. Isso é muito gratificante. Ainda não havíamos trazido quem tocasse o estilo do clarinetista Benny Goodman durante o período do swing ”, conta Marcelo Costa, organizador do evento e integrante da Happy Feet.

É justamente esta a proposta dos paulistanos do Benny Goodman Sextet Tribute. O repertório se baseia em arranjos de músicas que Goodman tocava no fim dos anos 1930, como 'Flying home' e 'Breakfast feud'. “Eles são mais simples do que aqueles feitos para grandes orquestras, mas há expressão rítmica muito forte, condensando o swing de uma orquestra num sexteto. É um som muito dançante”, diz o guitarrista Adriano de Carvalho.

Formada por Adriano, Richard Fermino (clarinete), Rodrigo Braga (piano), André Juarez (vibrafone), Gustavo Sato (baixo acústico) e Carlinhos Mazzoni (bateria), a banda foi escolhida para embalar os concorrentes do primeiro Campeonato Brasileiro de Lindy Hop, realizado este ano em São Paulo.

TRADIÇÃO Diretamente de Montes Claros, no Norte de Minas, o grupo Dixielloyds também aposta no jazz dançante, mas de outro estilo: aquele tocado no início do século 20 na cidade norte-americana de Nova Orleans. “Fazemos o mais tradicional possível”, garante o clarinetista Fernando Martuscelli, que se apresenta com o filho Stefano (banjo), Chacrinha (trompete), Weslen Freitas Júnior (piano), Tony Soares (sax alto), Pedro Aristides (trombone), Aldo César (tuba), Danillo Saymon (baixo acústico) e Wenderson Douglas (bateria).

“O jazz de Nova Orleans não tem a técnica branca vinda da França, mas traz a pulsação e o sentimento negros. Ele foi feito para dançar, não para ouvir sentado”, explica o clarinetista.

O único evento pago da programação será a festa Rock Step Swing, que terá Happy Feet (no formato jazz band) no palco do Studio Bar, amanhã, às 23h30. Fred Natalino (piano), Marcelo Costa (trompete e voz), Chon Tai Yeung (voz), Yan Vasconcellos (baixo) e Bo Hilbert (bateria) receberão convidados para canjas ao longo da noite. “É uma confraternização dos músicos. Ano passado, ficamos até as quatro da manhã”, conclui Costa.

NA REDE
Compartilhe suas fotos no Instagram com #ilovejazz2015

 

Crianças terão vez

 

Frank Herzberg/Divulgacao
Benny Goodman Sextet vai tocar amanhã (foto: Frank Herzberg/Divulgacao )
Outra característica do I Love Jazz 2015 é o fato de a programação começar mais cedo, às 15h. “Quero atrair mais crianças. É muito comum ouvir que nossa música é de gente velha. Isso não faz sentido. Primeiro, porque o idoso de hoje ouvia rock, segundo, porque no I Love Jazz a maioria do público é de jovens. Faltam as crianças. Eu, por exemplo, comecei a gostar de jazz aos 7 anos. Meus filhos, de 7 e 10, já gostam e sabem algumas músicas. Isso sem forçar, pra não ficar chato”, diz o trompetista Marcelo Costa.

Na apresentação da Happy Feet Big Band em homenagem a Frank Sinatra, também estarão no palco Decimo Mazzocato (guitarra); Ulisses Luciano e Juventino Dias (trompetes); Marcos Flávio Freitas e Igor Lima (trombones); e Cleber Alves, Bernardo Fabris, Breno Mendonça e Thiago Ramos (saxofones). Eles se juntarão a Fred Natalino (piano), Marcelo Costa (trompete e voz), Chon Tai Yeung (voz), Yan Vasconcellos (baixo) e Bo Hilbert (bateria). O repertório trará hits como 'My way' e 'I’ve got you under my skin'. Uma parte do repertório será focada nos arranjos de Count Basie e Nelson Riddle; a outra é assinada pelo pianista do grupo.

I LOVE JAZZ

» Sábado e domingo, a partir das 15h. Praça do Papa, Bairro Mangabeiras. Entrada franca.
» Festa Rock Step Swing – Amanhã, às 23h30, no Studio Bar. Rua Guajajaras, 842, Centro, (31) 3047-1020. Ingressos a partir de R$ 25. Informações no site oficial do evento e no Facebook do I Love Jazz.

 

PROGRAMAÇÃO

» Sábado
15h – Aula de lindy hop
16h – Benny Goodman Sextet Tribute. Homenagem a Benny Goodman
17h30 – 1ª competição de lindy hop I Love Jazz
19h – Taryn Szpilman. Tributo a Billie Holiday
20h30 – Happy Feet Big Band. Homenagem a Frank Sinatra
23h30 – Rock Step Swing. Festa no Studio Bar

» Domingo
15h – Aula de lindy hop
16h – Dixielloyds
17h30 – Paulistanea Swing Band
19h – 3 For Swing. Tributo ao Nat King Cole Trio
20h30 – Mem’Ory. Tributo a Kid Ory

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA