Pepsi suspende propaganda com Kendall Jenner e pede desculpas

Marca de refrigerante promoveu publicidade que banalizava protestos contra violência policial. Campanha em redes sociais ajudou na decisão

por Correio Braziliense 06/04/2017 17:51
PepsiProdução/Divulgação/Print
Campanha gerou criticas e foi retirada de circulação (foto: PepsiProdução/Divulgação/Print)
 
 A Pepsi se desculpou e tirou uma propaganda de circulação nesta quarta, 5. Na internet, a campanha, intitulada Live bolder, Live louder, Live for now, foi considerada como uma banalização dos protestos raciais que tomaram conta dos Estados Unidos nos últimos meses. 

O vídeo, de quase 3 minutos, protagonizado pela modelo e estrela de reality show, Kendall Jenner, mostra a jovem se preparando para uma sessão de fotos enquanto observa uma manifestação nas ruas. Depois de abandonar o trabalho para participar do protesto, Jenner oferece uma lata de refrigerante a um policial branco, enquanto todos ao seu redor se abraçam sorridentes em comemoração.

As principais críticas são baseadas na premissa de que as manifestações contra violência racial, que tomaram várias cidades norte-americanas recentemente, foram recebidas com truculência pela polícia, diferentemente do retratado na campanha publicitaria. DeRay McKesson, participante do movimento Black Lives Matter (Vidas de negros importam, em tradução literal) usou a rede social para se pronunciar: “Se eu tivesse levado uma Pepsi acho que nunca teria sido preso. Quem diria?”, ironizou.

De acordo com informações do site G1, a empresa pediu desculpas ao público e a Kendal Jenner: “Obviamente erramos e pedimos desculpas. Também pedimos desculpas por colocar Kendal Jenner nessa posição”. A modelo não se pronúnciou até o momento.
 
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO