Victor Chaves se defende nas redes sociais: 'Eu não machuquei ninguém'

Em vídeo, o cantor sertanejo se defendeu e falou a respeito do indiciamento pela Polícia Civil de Minas Gerais

por Estado de Minas 04/04/2017 16:38

Globo/Divulgação
Victor foi indiciado por vias de fato, que é uma contravenção penal, contra a mulher Poliana (foto: Globo/Divulgação)
O cantor Victor, da dupla Victor & Leo, se defendeu na tarde desta terça-feira, 4, em vídeo publicado nas redes sociais. O sertanejo foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais, com base no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima, para responder pela agressão contra a esposa, Poliana Chaves. 

 

"Pessoal, eu venho a público para esclarecer uma coisa diante da qual surgiram e surgem incontáveis boatos. Eu fui indiciado legalmente por vias de fatos, contravenção. Ou seja, eu não machuquei ninguém. O que eu pratiquei foi um ato de desespero para conter uma pessoa que estava completamente fora de si de pegar em uma criança de 1 ano. E pela minha filha, o que eu fiz, eu faria de novo. Então, tudo está sendo apurado devidamente", disse Victor, em vídeo.

Poliana, de 29 anos, está grávida do segundo filho do casal e fez uma denúncia contra o marido no dia 24 de fevereiro. A conclusão do inquérito foi divulgada também nesta terça. Confira a nota oficial da Polícia Civil:

 

"A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que relatou à Justiça o inquérito instaurado a partir da denúncia de agressão registrada por Poliana Chaves. Assim, diante das provas coletadas, a PCMG concluiu pelo indiciamento de Victor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688/41, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima. Não será concedida entrevista".

 

Procurado pelo site EGO, Felipe Martins Pinto, advogado de Victor, garantiu que seu cliente recebeu a notícia com tranquilidade. "Ele confia na Justiça, e na apuração do caso", afirmou o advogado.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO