Playboy diz que 'errou' e vai voltar a publicar ensaios com nudez

Diretor da revista postou retorno às origens nas redes sociais

por Diário de Pernambuco 13/02/2017 19:07

Playboy / Reprodução
Revista norte-americana voltará a publicar imagens de nudez na edição de março/abrill de 2017 (foto: Playboy / Reprodução )

O veto às fotografias com nudez auto-imposto pela Playboy norte-americana chegou ao fim. Os administradores da revista alegam ter errado ao banir as fotos com modelos nuas e decidiram retornar à forma original da publicação - quase um ano depois de anunciar a mudança de rumo.


"Eu serei o primeiro a admitir que a forma como a revista publicava o 'nu' estava datada, mas remover por inteiro foi um equívoco. Nudez nunca foi o problema porque o nu não é um problema. Hoje, nós vamos recuperar nossa identidade e defender quem nós somos", postou, no Twitter, Cooper Hefner, chefe de Criação da Playboy e filho do criador da revista, Hugh Hefner.

 

A primeira edição com o retorno da nudez será a de março/abril de 2017. Na capa, o assunto ganha força com a frase "Nudez é normal" no lugar de destaque (a edição norte-americana pode ser acessada neste link, por seis dólares).

 

O anúncio do fim das fotos de mulheres nuas - com tratamento de imagem - na revista havia sido feito em 2015 pelo então CEO da Playboy, Scott Flanders. A proposta era investir em conteúdo mais acessível e intimista em vez de usar explorar as imagens.

 

Veja a capa disponibilizada no site da revista:

 

Playboy / reprodução
Capa da edição de março/abril de 2017 (foto: Playboy / reprodução )

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO