Bill Cosby é processado por acusação de abuso sexual contra jovem de 15 anos

Denúncia da suposta vítima foi levada à Corte Superior de Los Angeles nesta terça-feira, 2

por Fernanda Machado AFP 03/12/2014 19:59

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gerardo Mora/Getty Images/AFP
Aos 77 anos, Cosby é um dos veteranos na comédia dos Estados Unidos (foto: Gerardo Mora/Getty Images/AFP)
O ator norte-americano Bill Cosby, no meio de um escândalo após várias acusações de abuso sexual, está sendo processado por uma mulher que o acusa de agressão sexual na mansão Playboy quando ela tinha apenas 15 anos. Na denúncia apresentada à Corte Superior de Los Angeles (Califórnia), Judy Huth, que hoje tem 55 anos, afirma que ela e uma amiga conheceram o comediante em 1974, quando visitaram o set de um filme em San Marino, perto de Los Angeles.

Ela e sua amiga, que então tinha 16 anos, conversaram com Cosby, que as convidou para visitar seu clube de tênis no sábado seguinte, de acordo com a denúncia. Do clube, o astro da TV as levou para uma casa com bebidas alcoólicas onde jogaram sinuca. "Segundo as regras do jogo de Cosby, a demandante tinha que beber uma cerveja a cada vez que Cosby ganhava", destaca o texto.

Depois de ter tomado "várias bebidas alcoólicas", o ator as levou para outra residência, que era a famosa mansão Playboy, segundo a denúncia. Na mansão, o ator a "molestou ao tentar colocar a mão em suas roupas íntimas e colocando a mão dela entre as suas (obrigando a jovem a masturbá-lo) sem seu consentimento", continua a denúncia.

A denunciante alega que "sofreu danos psicológicos e angústia" por toda a vida e que descobriu recentemente que foram "provocados pelo abuso sexual do senhor Cosby". A mulher acusa o humorista de "abuso sexual, intenção de infligir angústia emocional, angústia emocional e negligência". A demanda foi apresentada por danos e prejuízos, sem um valor revelado.

Cosby, de 77 anos, muito famoso em todo o mundo graças à série "Bill Cosby Show", exibida nos anos 80 e 90, já foi acusado por pelo menos 17 mulheres de abuso sexual, incluindo estupro, que teriam sido cometidos sobretudo em sua época de maior sucesso. O advogado do ator, Martin Singer, não foi encontrado na terça-feira, mas ele repete desde o início do escândalo que o cliente não tem nada do que se envergonhar e chamou as acusações de "ridículas e fantasiosas".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO