Olga Nur abre para almoço com novidades

Casa apresenta pratos executivos de segunda a sexta e prepara cardápio totalmente reformulado para agosto

por Estado de Minas 07/07/2017 07:00
Beto Novaes/EM/D.A Press
(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
Instalado no Bairro Lourdes desde 2015, o Restaurante Olga Nur passa a abrir para almoço durante a semana, das 12h às 15h. À frente da casa há cerca de um mês, o experiente chef Marcos Help manteve o foco na gastronomia contemporânea, com pratos criados especialmente para atender à clientela formada por empresários. Com capacidade para 160 pessoas, o restaurante busca aliar agilidade, praticidade e sofisticação.


Help explica que os pratos perderam influências da gastronomia mediterrânea da Itália e da França, valorizando a culinária contemporânea brasileira. “A gente aposta na criatividade, respeitando os produtos da estação. Minha ideia é incorporar os nossos ingredientes regionais – de Minas e do Brasil”, afirma. “Gosto muito de trabalhar com peixes e frutos do mar, por exemplo. Estamos nos esforçando para ampliar nossos fornecedores nesse setor”, informa.

O menu executivo, recém-criado pelo chef Help, está disponível de terça a sexta-feira, apenas para almoço. São seis grelhados (ancho, filé mignon, galeto, salmão, peixe do dia e prime rib suína) e cinco guarnições (opções variadas de risoto, purê, farofa, batata e vegetais assados). Pode-se optar por um grelhado com acompanhamento e salada (R$ 36).

Há também sugestões do chef para cada dia da semana. A pedida de terça-feira é file de peixe com cuscuz marroquino e frutas grelhadas. Na quarta, a casa serve galeto grelhado com polenta assada e quiabo. Quinta-feira é dia de picadinho com banana grelhada, ovo caipira e farofa crocante. A feijoada fecha a semana, na sexta-feira. Todos os pratos são individuais e custam R$ 32.

As opções à la carte estão disponíveis à noite, diariamente, e no almoço de sexta-feira a domingo. Help promete incorporar novidades ao cardápio à la carte em agosto.

No caso das entradas, o chef chama a atenção para a burrata fresca com tapenade de azeitonas, pomodoro fresco e manjericão (R$ 33) e para o carpaccio de polvo com guacamole levemente picante (R$ 31). Sugestões de pratos principais são o risoto dois grãos com linguiça chistorra levemente picante e alcachofras (R$ 54); lagosta grelhada ao creme de mostarda e mel com champignon-de-paris e purê à la parmegiana (R$ 91); e bacalhau ao forno com cebolas roxas, minibatatas, tomate, azeitona, aioli e manjericão (R$ 74).

O carro-chefe continua sendo o filé aberto mal passado com chocolate belga e risoto de pimenta e damasco (R$ 74), que fez fama na casa.

DOCE As sobremesas estão disponíveis em todos os horários. Destacam-se os minichurros recheados com banana e doce de leite (R$ 21, porção com cinco unidades). Outras opções são o suflê de goiabada com sorvete de queijo feito na casa (R$ 19) e o écolier de Madeleine (mousse de chocolate belga com calda de maracujá; R$ 22).

A carta de vinhos reúne cerca de 90 rótulos, que podem ser escolhidos com o auxílio da sommelier Iracilda Martins Moreira. Ela recomenda o branco chileno Chardonnay Casas del Toqui (R$ 89, garrafa) e o português Ciconia Rosé Alentejo (R$ 82, garrafa). O tinto Pinot Noir Reserva Ventisquero (R$ 103, garrafa), de importação chilena, é leve e vai bem na hora do almoço, informa.

A carta de coquetéis é assinada por Sebastian Pires. O mais vendido é o citrus: vermute de abacaxi artesanal, vodca e espuma de gengibre (R$ 31). O doce keulla (R$ 26), homenagem à apresentadora mineira Fernanda Keulla, leva néctar de maçã, mel de laranjeira, espumante e vodca de baunilha. Cervejas tradicionais custam a partir de R$ 9 (long neck), enquanto as especiais têm preços a partir de R$ 14 (600ml).

OLGA NUR
Rua Curitiba, 2.202, Lourdes, (31) 3566-1851. Aberto de terça a quinta-feira, das 12h às 15h e das 19h à meia-noite; sexta e sábado, das 12h à meia-noite; e domingo, das 12h às 18h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA