Os chefs Paulo Vasconcellos e Djalma Victor comandam parrilla em Lourdes

Cardápio traz cortes das raças bovinas angus e wagyu, famosas pela maciez devido ao alto grau de gordura entremeada

por Aline Gonçalves 13/01/2017 09:10

Fotos: Jean Carlos Gomes de Souza/Divulgação
Osso - Mind the Bones é comandado pelos chefs Paulo Vasconcelos e Djalma Victor em Lourdes. (foto: Fotos: Jean Carlos Gomes de Souza/Divulgação)

A esquina das ruas Curitiba e Alvarenga Peixoto, no Bairro de Lourdes, parece ter uma espécie de vocação para casas com foco em ingredientes derivados de animais. Depois de abrigar por mais de sete anos o Atlântico (especializado em peixes e frutos do mar) e por cerca de 12 meses o espetinho Alvarenga, o local é agora reduto do restaurante OssO. A parrilla é comandada pelos chefs Paulo Vasconcellos (ex-Benvindo e atualmente Bravo Catering) e Djalma Victor, que atuou no Raizz Cozinha Nacional, em Sete Lagoas. Os outros sócios são os empresários Leonardo Bastos e Kadu Fischbacher.

''Conheci o Paulinho quando fiz trabalhos no Benvindo, há mais de oito anos. Desde então, somos amigos. Calhou de nós dois termos vontade de abrir uma casa de carne, que, aliás, é a preferência dos brasileiros'', afirma Djalma Victor. A casa pode receber pouco mais de 100 pessoas. O cardápio traz, sobretudo, cortes das raças bovinas angus e wagyu, famosas pela maciez devido ao alto grau de gordura entremeada (marmoreio).

''São carnes com qualidade indiscutível. Temos a preocupação de buscar fornecedores adequados, pois uma boa carne precisa passar por cuidados do abate até a hora da brasa'', explica Djalma Victor. Produtores de Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, são parceiros do restaurante.

TUTANO

Destaca-se no cardápio o steak tartare de wagyu com tutano e chips de batata-doce (R$ 38), servido sobre um osso. ''Já é o petisco predileto dos clientes. Eles estão descobrindo o tutano, um ingrediente sensacional'', defende Djalma, referindo-se ao composto retirado do interior dos ossos. Além de escolher entre alguns pratos, cada pessoa pode optar pela carne e os acompanhamentos separadamente. É possível combinar, por exemplo, o ancho angus (R$ 55) com purê de batata trufado (R$ 26) ou farofa de ovos (R$ 18).

Há também cortes suínos, como barriga de porco com goiabada (R$ 36) e o joelho (R$ 42). ''Cozinhamos a barriga por 12 horas antes de levá-la ao forno. Já o joelho defumamos aqui'', diz o chef.

Como Paulo Vasconcellos e Djalma Victor se formaram na Espanha e em Portugal, o menu traz influências desses países: petiscos lembram tapas e um dos pratos é o polvo na brasa com arroz de pilaf (R$ 79). ''OssO é uma parrilla contemporânea com toque de dois chefs'', resume Djalma.

Para acompanhar, a casa serve drinques de Filipe Brasil, um dos principais mixologistas da capital, com passagens pelo Olga Nur e MeetMe At The Yard.

NO PÃO

Como ocorre em outros restaurantes de BH, como Alma Chef e Trindade, a casa oferece hambúrguer em seu cardápio: o OssO Kobe Burguer. ''Nosso blend é preparado com dois tipos de cortes de wagyu, servido no pão artesanal com bacon, que nós defumamos, cheddar americano, catchup de goiaba e rúcula silvestre'' informa Djalma.

O brisket, pão rústico com maçã de peito cozida a baixas temperaturas, é o próximo sanduíche a entrar no menu. Além disso, os chefs prometem para breve um cachorro-quente com linguiça artesanal.

OSSO – MIND THE BONES
Rua São Paulo, 1.984, Lourdes, (31) 3292 -8235. Aberto de terça a quinta-feira, das 18h à meia-noite; sexta-feira e sábado, das 12h à meia-noite; e domingo, das 12h às 17h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA