Vá à Osteria Mattiazzi e viaje para a Itália sem sair de BH

Massimo Battaglini e Raffaele Autorino, o projeto Cento x Cento Itália Gastro apresenta cardápio especial às quintas-feiras, com menu fechado

22/01/2016 13:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS
(foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS)
Este mês, os amantes da culinária italiana poderão experimentar uma imersão em sabores promovida pela Osteria Mattiazzi, no Bairro Santa Efigênia. Idealizado pelos chefs Massimo Battaglini e Raffaele Autorino, o projeto Cento x Cento Itália Gastro apresenta cardápio especial às quintas-feiras, com menu fechado para o jantar elaborado com produtos 100% italianos.

A última chance para conferir a promoção será na quinta-feira que vem, dia 28. “Apostei na culinária italiana por ser uma comida simples, que agrada mundialmente pela simplicidade”, garante Battaglini. “Cento x Cento tem a intenção de ser um dia no qual a gente produz pratos um pouco mais elaborados com produtos vindos diretamente da Itália”, comenta o chef.

O cliente paga R$ 121 por seis pratos: couvert la pappa al pomodoro (típico da Toscana, à base de pão de tomate e azeite extravirgem); primeira entrada (arenque defumado com ricota de búfala e pimenta-rosa, erva-doce e pão carasau); segunda entrada (carne crua com figo, vinagre balsâmico de Modena e crocante de parmesão reggiano); primeiro prato (ravióli de moranga, amaretti e mostarda de cremona com manteiga e sálvia); segundo prato (filezinho suíno em baixa temperatura com purê de batata e cebolinhas glaçadas no molho de café). Para finalizar, sobremesa típica da Costa Amalfitana à base de limão siciliano.

Geralmente, o cardápio da casa é totalmente italiano. Porém, neste projeto os chefs capricharam ainda mais para oferecer experiência o mais próximo possível da comida da Itália. Os pratos são menores para permitir maior variedade de opções à mesa.

Apaixonados por vinhos que gostam de experimentar, diferentes combinações contam com o serviço de rolha off. Podem levar a bebida de casa sem pagar a mais por isso. “A ideia é possibilitar a harmonização da bebida com os pratos. É uma brincadeira, as pessoas são livres para criar e experimentar”, destaca Battaglini. A carta da Osteria Mattiazzi reúne cerca de 100 rótulos (de R$ 60 a R$ 300 a garrafa).

Nascido em Veneza, Massimo Battaglini chegou ao Brasil nos anos 1990, vindo da Cidade do México. Viajava de ônibus e planejava apenas passar pelo país. Ao chegar à capital mineira, encantou-se e resolveu ficar. Seu primeiro sócio tinha uma empresa importadora de vinhos que funcionava no Bairro Santa Efigênia, no atual endereço da Mattiazzi.

A dupla resolveu pôr algumas mesinhas do lado de fora e vender queijo para acompanhar as bebidas. Deu certo. Battaglini aproveitou sua experiência na cozinha – a formação em gastronomia na Itália, além de estágios na Alemanha e em outros países – e desenvolveu o projeto que resultaria na Osteria Mattiazzi. De acordo com ele, a proposta é oferecer boa comida, ambiente informal e preço justo. Para o chef, essa é uma das principais características da casa.

OSTERIA MATTIAZZI
Rua Soledade, 26, Santa Efigênia. (31) 3481-1658. Aberto de terça a quinta-feira, das 19h à meia-noite; sexta-feira, das 19h à 1h; sábado, das 12h às 17h e das 19h à 1h; e domingos e feriados, das 12h às 17h. Pagamento: dinheiro e cartões de débito e crédito. Capacidade: 100 pessoas. Projeto Cento x Cento Itália Gastro será oferecido na quinta-feira (28/1).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA