Cervejaria Colorado e Grano abrem as portas no Jardim Canadá

Espaço une os conceitos de cervejaria e padaria

por Eduardo Tristão Girão 13/02/2015 11:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fotos: André Hauck/Esp.EM/D.A Press
Casa tem ambiente amplo e cozinha à vista do freguês (foto: Fotos: André Hauck/Esp.EM/D.A Press)
A ideia inicial era convencer Marcelo Carneiro, proprietário da cervejaria Colorado, a abrir bares da marca pelo Nordeste. Dificuldades logísticas, entretanto, trouxeram a conversa com o empresário Eduardo Gomes para Minas Gerais, mais especificamente para um galpão no Jardim Canadá, em Nova Lima. Ali está, desde ano passado, a única fábrica da cervejaria fora de São Paulo – e com uma particularidade: um dos vãos passou a ser ocupado pela Grano, padaria e restaurante do chef Leo Mendes.


Paralelamente a seu posto de comandante da cozinha do restaurante Ah! Bon, Mendes desenvolve projeto paralelo na fabricação de pães, atendendo sobretudo a bufês. O crescimento dos pedidos tornou sua infraestrutura pequena. O convite para se transferir para o galpão e fornecer produtos para eventos da cervejaria abriu a possibilidade de instalar ali uma cozinha onde pudessem ser feitos petiscos, pratos e sobremesas.

Assim, Colorado e Grano passaram a operar juntas oficialmente a partir deste mês, sempre aos sábados e domingos – até então, os eventos da cervejaria ocupavam muitos fins de semana do calendário. O cardápio muda semanalmente, com receitas criadas pelo chef e seu sócio, José Fernando Beber, que durante nove anos comandou a produção da padaria que atende ao Ah! Bon (principal referência da nova casa) e à hamburgueria Eddie.

Com fornos e fogões totalmente à vista do freguês, a dupla produz ali não apenas pães (quase todos de fermentação natural), mas sorvetes (no Pacojet), sobremesas e massas como ravióli, tagliatelle, tartelette e mil-folhas. “O legal daqui é que tudo é feito na hora. As pessoas veem a gente tirando pães e comidas do forno o tempo todo. Cozinha ao vivo mesmo”, orgulha-se Beber. Entre os pães, ele destaca os de chocolate belga com pecã, as focaccias e o de figo com castanha do pará e centeio.

CESTA São ofertados ao menos 10 pães diferentes por dia, alguns deles colocados na cesta que acompanha os antipastos nº1 (com salame, copa e bresaola do produtor gaúcho Oscar Girelli, de Nova Roma; R$ 27) e nº2 (com queijo do produtor mineiro João Melo, de Serra do Salitre, manteiga e azeite de ervas; R$ 20).

Há pratos individuais como o pappardelle com ragu de pato e cogumelo (R$ 42), o joelho de porco defumado com risoto de limão siciliano (R$ 49) e o nhoque de espinafre ao molho de tomate e basílico (R$ 23).

CONTÊINER Para beber, o destaque são os chopes da Colorado, com receita e ingredientes idênticos aos da fábrica-mãe, em Ribeirão Preto. Cauim (pilsen com mandioca), Indica (IPA com rapadura) e Appia (trigo com mel) são feitos ali, enquanto Demoiselle (robust porter com café), Ithaca (imperial stout com rapadura queimada) e Vixnu (imperial double IPA com rapadura) chegam da unidade paulista. Os chopes (entre R$ 6 e R$ 14, cada; 350ml) ficam armazenados num contêiner refrigerado e são extraídos com gás carbônico.

A carta de cervejas também lista chopes e cervejas da paranaense Bodebrown (Perigosa, Tripel Montfort, Cacau IPA, Saison Apricot Tonight e 4 Blés) e da carioca Brassaria Ampolis (dos rótulos que homenageiam Mussum, Biritis e Cacildis).

Detalhe: a casa só serve na mesa os chopes; garrafas, só quentes e para levar em caixas de 12 unidades (é permitido mesclar os rótulos e marcas). Ainda este mês, ela receberá a Ybá-Ia, nova cerveja da Colorado, que leva uvaia e o lúpulo lemon drop, que confere nota cítrica à bebida.

COLORADO + GRANO
Rua Kennedy, 48, Jardim Canadá. (31) 3547-5188. Aberto sábado e domingo, das 10h às 18h. A padaria funciona de terça a sexta-feira, das 16h às 19h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA