Mãe de Taylor Swift diz que assédio 'acabou' com a confiança da filha

Segundo Andrea Swift, a relação da estrela da música com seus fãs foi afetada depois do episódios 'traumático'

por Estado de Minas 10/08/2017 13:38
Jewel Samad/AFP
Mãe de Taylor Swift depõe em caso sobre assédio. (foto: Jewel Samad/AFP)
Na última terça-feira, 08, Taylor Swift partipou do segundo dia do julgamento de David Mueller, DJ que a cantora acusa de assédio sexual, em Denver, nos Estados Unidos. Ao lado de seus advogados e de sua mãe, Andrea Swift, a cantora depôs no processo à frente do juiz. 

Após a sessão, a mãe da cantora deu uma declaração à imprensa norte-americana afirmando que o episódio de assédio ''estilhaçou nossa confiança''. O incidente teria tornado a cantora menos aberta a seus fãs. 
 
Mueller está sendo acusado de apertar as nádegas de Taylor Swift durante uma recepção de fãs antes de um show em 2013. De acordo com a artista de 27 anos, Mueller teria colocado a mão por debaixo de seu vestido enquanto os dois posavam para fotos. 

A mãe de Taylor foi chamada, pelo advogado do DJ, para depor no processo. Ela afirmou que ''queria vomitar'' quando sua filha disse: ''Mãe, um cara acabou de apertar minha bunda no encontro com fãs''. Perguntada se buscou testemunhas para verificar a acusação, Andrea disse que não havia motivo para duvidar da palavra da filha. 

''Ele agrediu sexualmente minha filha, bem ali, aquele cara'', disse. ''Eu ouvi da boca da minha filha. Eu sei que aconteceu''. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS