Ator de 'GoT' se desculpa após dizer que gosta de sci-fi por poder 'estuprar belas mulheres'

Jason Momoa publicou retratação após forte repercussão do caso: 'Ainda estou severamente desapontado comigo mesmo pela insensibilidade das declarações naquele dia'

por Diário de Pernambuco 13/10/2017 11:42
AFP
Ator interpretava Khal Drogo em 'Game of Thrones'. (foto: AFP)
Um controverso vídeo do ator Jason Momoa, gravado em 2011, voltou a ganhar destaque nas redes sociais nesta semana graças ao debate sobre assédio sexual em Hollywood, acendido pelas denúncias contra o produtor Harvey Weinstein. Durante um painel em uma Comic Con, Momoa, que interpretava Khal Drogo em Game of thrones, explica a admiração pela ficção científica e 'brinca' sobre estupro. 

''Eu amo gênero sci-fi e fantasia porque há muitas coisas que você pode fazer, como arrancar a língua da garganta de alguém e se safar por isso e estuprar belas mulheres'', disse ele. Alguns dos colegas de elenco que estavam na mesa no momento, incluindo Lena Headey e Kit Harington, se mostram envergonhados pelo comentário enquanto pessoas presentes na plateia riem. No mesmo ano, Jason também falou sobre violência sexual em entrevista ao New York Post

''Sim, eu vou estuprar Emillia [Clarke]'', disse, sobre a cena na primeira temporada em que faz sexo sem consentimento com a personagem de Emilia, Khaleesi. ''Eu a amo, mas vou machucá-la e ela vai chorar. Nós poderíamos ter feito [a cena] mais longa, mas você consegue entender. Não sou um estuprador, prefiro que as mulheres aproveitem o sexo'', completou. No Instagram, o ator, escalado para o papel de protagonista no filme Aquaman, da DC, escreveu uma retratação.  
 
''Acordei na Austrália com as reações compreensíveis de muitas pessoas pela piada desagradável que fiz anos atrás no Hall H e pela qual eu sinto muito. Ainda estou severamente desapontado comigo mesmo pela insensibilidade das declarações naquele dia. Sei que minhas sinceras desculpas agora não levarão embora aquelas palavras dolorosas. Estupro e assédio sexual podem atingir a qualquer um e eu já vi de perto esse tormento doloroso entre membros da minha família e amigos. Fiz um comentário de mal gosto. É inaceitável e eu me desculpo com o coração pesado pelas palavras que disse'', publicou ele. 

ASSÉDIO Diversas atrizes e mulheres que trabalham na indústria cinematográfica dos Estados Unidos denunciaram casos de assédio sexual contra o renomado produtor Harvey Weinstein. Dentre as vítimas, as atrizes Gwyneth Paltrow - que tinha 22 anos quando foi convidada por ele para uma reunião em um quarto de hotel no qual Weinstein tentou chamá-la para o banheiro - e Angelina Jolie.
 
Assim como diversas outras celebridades, Ben Affleck repudiou o caso nas redes sociais, mas foi acusado de conivência para com Weinstein e também de assédio. Uma internauta lembrou de uma participação dele no programa Total request, em 2002, quando apalpou, sem autorização, os seios da atriz Hilarie Burton

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MEXERICO