Whindersson Nunes é o 2º youtuber mais influente do mundo

Com 10 milhões de seguidores, o brasileiro está na segunda posição, atrás apenas do sueco Pew Die Pie. Brasil tem quatro youtubers no top 10

27/07/2016 17:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Reprodução
(foto: Facebook/Reprodução)
O Brasil tem quatro youtubers no top 10 dos canais mais relevantes do YouTube, segundo dados da Snack, uma rede de produção e networking de mídia audiovisual digital. O brasileiro Whindersson Nunes, com 10 milhões de seguidores, está na segunda posição, atrás apenas do sueco Pew Die Pie.

Outros brasileiros na lista dos dez mais influentes são Felipe Neto, na terceira posição, Julio Cocielo, na sexta, e Felipe Castanhari, em sétimo lugar. Apesar de parecer que o principal é ter muitos inscritos no canal, não é só isso que importa - vide que canais com mais inscritos, como o Porta dos Fundos, não estão na lista.

A pesquisa, realizada em junho, analisou a taxa de poder de influência do criador de conteúdo sobre a audiência do YouTube, que varia de 0 a 1000 e envolve métricas de engajamento (comentários, likes e compartilhamentos), visualizações, número de inscritos, frequência de publicação, atividade do canal, entre outros itens, a partir do software Tubular Labs.

Apesar de não ser um cálculo oficial do YouTube, as métricas deste software, criado em São Francisco, EUA, são bastante utilizadas em empresas de mídia digital do mundo inteiro. A taxa de influência é recalculada a cada 90 dias.

A métrica é aplicada em todos os canais do mundo, sem a distinção de gêneros. Há cerca de 2,5 milhões de criadores no YouTube mundial, desde perfis que postam regularmente (conhecidos como canais) até perfis pessoais.

"Ter dois dos três youtubers mais influentes no mundo só mostra a força e o tamanho do mercado de vídeo online no país. Uma marca que queira atingir o coração da audiência não pode estar fora desse universo", diz Nelson Botega, sócio-fundador da Snack.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS