Guilherme Fontes, 'Que horas ela volta?' e Emicida são melhores do ano segundo crítica

Regina Casé, Silvio Santos, Alexandre Nero, Elza Soares e pavilhão do Inhotim também estão entre premiados pela APCA

por Agência Estado 03/12/2015 16:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
TV Globo/Ellen Soares
À frente de projeto ambicioso e polêmico, Guilherme Fontes foi eleito melhor diretor do cinema brasileiro em 2015 pela Associação Paulista de Críticos de Artes (foto: TV Globo/Ellen Soares)

Em assembleia que reuniu 50 críticos no Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo na noite da última quarta-feira, 2, a APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) escolheu os melhores de 2015 nas seguintes categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Literatura, Moda, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão.

 

Entre os vencedores, há surpresas como o prêmio de melhor diretor em cinema para Guilherme Fontes, por Chatô - O rei do Brasil, um dos projetos mais controversos da produção nacional. Regina Casé comprovou o favoritismo como melhor atriz por Que horas ela volta?, que também levou o título de melhor filme do ano.

 

A recém-inaugurada Galeria Cláudia Andujar, no Inhotim, foi apontada como destaque entre os vencedores de arquitetura. Em música, obras atreladas ao protesto e à luta contra o racismo foram contempladas na premiação de Emicida como artista do ano e A mulher do fim do mundo, de Elza Soares, como melhor álbum. 

 

Como novidade, este ano há a estreia da categoria Moda, que chega para enriquecer ainda mais o panorama cultural que a entidade busca retratar.

 

"Os vencedores deste ano refletem a agilidade da criação artística ao longo do ano nas suas mais variadas formas", afirma José Henrique Fabre Rolim, presidente da APCA, em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, 3.

 

Segundo ele, as ausências neste ano das categorias Música Erudita e Dança são pontuais e devem servir para que as áreas retomem sua linha avaliatória junto à entidade nas próximas votações.

A cerimônia de entrega a todos os artistas contemplados neste Prêmio APCA acontecerá no primeiro quadrimestre de 2016, ano em que a entidade celebra seus 60 anos.


Veja a lista de ganhadores do Troféu APCA

ARQUITETURA
Homenagem pelo conjunto da obra: Pedro Paulo de Melo Saraiva
Espaço público: Parques Sabesp, São Paulo - Levisky Arquitetos
Urbanidade: conjunto de projetos sociais em São Paulo elaborados por Boldarini Arquitetos Associados
Obra de arquitetura no exterior: Museu dos Coches, Lisboa - Paulo Mendes da Rocha, MMBB Arquitetos e Bak Gordon Arquitectos
Obra de arquitetura no Brasil: Galeria Cláudia Andujar, Inhotim - Arquitetos Associados
Patrimônio cultural: recuperação da expografia original do Masp - Heitor Martins (presidente) / Adriano Pedrosa (curador)
Memória: "Artigas, 100 anos", conjunto de iniciativas coordenadas por Rosa Artigas

ARTES VISUAIS
Grande Prêmio da Crítica: Marcello Nitsche - Sesc Pompeia
Exposição Internacional: Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto - CCBB
Exposição: Sergio Camargo - Luz e Matéria - Itaú Cultural
Retrospectiva: A Gravura de Arthur Luiz Piza - Estação Pinacoteca
Fotografia: Christian Cravo - Luz & Sombra - Museu Afro Brasil
Obra Gráfica: Palavra em Movimento - Arnaldo Antunes - Centro Cultural dos Correios
Iniciativa Cultural: Editora Cosac Naif

CINEMA
Filme: "Que Horas ela Volta?",de Anna Muylaert
Diretor: Guilherme Fontes, por "Chatô, Rei do Brasil"
Roteiro: Fellipe Barbosa e Karen Sztajnberg por "Casa Grande"
Ator: João Miguel, por "A Hora e a Vez de Augusto Matraga"
Atriz: Regina Casé, por "Que Horas ela Volta?"
Documentário: "Orestes", de Rodrigo Siqueira
Fotografia: Beto Martins, por "História da Eternidade"

LITERATURA
Grande Prêmio da Crítica: "Testemunho Transiente", Juliano Garcia Pessanha (Cosac Naify)
Romance/Novela: "O Senhor Agora Vai Mudar de Corpo", Raimundo Carrero (Record)
Ensaio/Teoria e Crítica Literária/Reportagem: "A Noite do Meu Bem - A História e as Histórias do Samba-Canção", Ruy Castro (Companhia das Letras)
Infantil/Juvenil: "Antes e Depois - Um Dia Decisivo na Vida de Grandes Brasileiros", Flávio de Souza (Companhia das Letrinhas)
Poesia: "O Livro das Semelhanças", Ana Martins Marques (Companhia das Letras)
Contos/Crônicas: "Jeito de Matar Lagartas", Antonio Carlos Viana (Companhia das Letras)
Tradução: "Paisagens Humanas do Meu País", Nâzim Hikmet - Tradução de Marco Syrayama de Pinto (Editora 34)
Biografia/Autobiografia/Memória: Empate: "Elis Regina - Nada Será Como Antes", Júlio Maria (Master Books) e "Júlio Mesquita e Seu Tempo", Volume 1, 2, 3 e 4, Jorge Caldeira (Editora Mameluco)

MODA
Coleção: Alexandre Herchcovitch (Inverno 16)
Estilista Do Ano: Vitorino Campos
Revelação em Moda: Luiz Cláudio Silva (Marca Apartamento 03)
Profissional de Beleza: Henrique Martins
Stylist: Daniel Ueda
Fotógrafo: Zee Nunes
Prêmio Especial da Crítica: Paulo Borges

MÚSICA POPULAR
Grande Prêmio da Crítica: André Midani
Artista do Ano: Emicida
Álbum: "A Mulher do Fim do Mundo", Elza Soares
Show: O Terno & Boogarins (Auditório Ibirapuera)
Revelação: Ava Rocha (pelo álbum "Ava Patrya Yndia Yracema")
Produção e Direção Artística: Kassin, Marcus Preto e Moreno Veloso por "Estratosférica", de Gal Costa
Projeto Especial: Festival In-Edit de Documentários Musicais

RÁDIO
Prêmio Especial do Juri: Ricardo Boechat - Bandnews
Variedades: Programa "Morning Show" - Jovem Pan
Musical: Programa Alquimia - Rádio USP
Humor: Programa "Do Balaco Baco Dois Ponto Zé" - 89 FM
Cultura Geral: "Cultura Agora" - Rádio Cultura Brasil
Destaque do Ano: Programa "Back to Black" - Eldorado FM
Colunista: Mônica Bergamo - Bandnews FM

TEATRO
Grande Prêmio da Crítica: Mariangela Alves de Lima
Espetáculo: "Aqui Estamos Com Milhares de Cães Vindos do Mar"
Diretor: Zé Henrique de Paula ("Urinal")
Autor/Dramaturgia: Silvia Gomez ("Mantenha Fora do Alcance do Bebê")
Ator: Gustavo Gasparani ("Ricardo III")
Atriz: Maria Luísa Mendonça ("Um Bonde Chamado Desejo")
Prêmio Especial: Máquina Tadeusz Kantor - Exposição do multi-artista polonês Tadeusz Kantor

 

TEATRO INFANTIL
Espetáculo de Texto Original: "Já pra Cama", da Cia. Barracão Cultural
Espetáculo Adaptado de Conto Clássico: "Cinderela Lá Lá Lá", da Cia. Le Plat du Jour
Musical: "Mas por quê? A História de Elvis", de Sevenx Produções e A Coisa Toda Produções
Espetáculo de Palhaçaria: "Antes do Dia Clarear", da Cia. 2Dois
Espetáculo em Espaço Não Convencional: "Fortes Batidas", da Cia Pequeno Ato
Espetáculo com Uso de Novas Mídias em Cenografia: "A Porta Secreta", da Terceiro Sinal Produções Artísticas
Melhor Espetáculo de Grupo Estreante: "Contos dos Cinco Cantos", da Cia. Tranquila

TELEVISÃO
Grande Prêmio da Crítica: Silvio Santos - pela trajetória na TV Brasileira
Novela: "Verdades Secretas" (Walcyr Carrasco/TV Globo)
Atriz: Grazi Massafera ("Verdades Secretas")
Ator: Alexandre Nero ("A Regra do Jogo")
Diretor: Mauro Mendonça Filho ("Verdades Secretas")
Programa: "MasterChef Brasil" (TV Bandeirantes/CuatroCabezasEyeworks)
Apresentadora: Mônica Iozzi (TV Globo)
Menção Honrosa: programa "Mulheres" (pelos 35 anos - TV Gazeta)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS