Mineiro processa Band por plágio em programa de startups

O caso remete ao 'Planeta Startup', que tem estreia marcada para esta quinta-feira. A cópia seria do programa exibido na internet 'Startup Show'

Divulgação/Band
O programa Planeta Startup tem estreia marcada para esta quinta-feira, 26 de setembro. (foto: Divulgação/Band)
Os idealizadores de uma empresa criadora e desenvolvedora de formatos e projetos para TVFill The Blank, estão acusando a Rede Bandeirantes de plágio. O programa “Planeta Startup”, que tem estreia marcada para esta quinta-feira, seria uma cópia do programa exibido na internet “Startup Show”.


De acordo com Leonardo Soltz, apresentador e idealizador do projeto, o “Startup Show”, que foi exibido de julho a novembro de 2018, com patrocínio da IBM, propunha preencher um vazio no “ecossistema do empreendedor brasileiro”. “Construímos pontes entre seus diversos atores: universidades, investidores (angels, venture capitals, instituições de fomento e crowdfunds), usuários, empreendedores e mentores”, afirma o empresário.

Segundo Leonardo, ele teria mostrado o projeto para a emissora com seu seu sócio, Rogério Brandão. De acordo com o empresário, “os dois, submeteram o projeto à Band, iniciando tratativas pela vice-presidência da emissora com o conhecimento e interação da cúpula de diretores que perceberam no projeto uma grande possibilidade de audiência e faturamento". 

 

Quando souberam pelo mercado que a Band iria levar ao ar o primeiro capítulo do Planeta Startup, os empresários pediram a instalação de um processo para discutir a violação de direitos autorais, além de "danos morais e materiais sofridos e providências quanto a má-fé estabelecida durante o processo negocial". 

A confusão dos dois formatos é expressiva. As startups competidoras da primeira temporada do “Startup Show” chegam até mesmo a ser os mesmos. Além disso, um dos jurados do programa da web, faz parte da programação da Band. Na atração, ele é mentor. 

  

Em conversa com o Estado de Minas, Leonardo se mostrou chateado com toda a situação. "Eu queria estar trabalhando, botando meu projeto em pé." Ao ser perguntado se o "Startup Show" continuaria, ele afirmou que sim. "Sem sombra de dúvidas, o projeto é nosso."

 

Além disso, o empresário se mostrou bem confiante com o processo. 'A gente não está brincando", "a má-fé é pior que o plágo, eles negociaram por sete meses comigo". 

 

O pedido de instalação do processo contra a Band foi submetido à Justiça em São Paulo. Segundo Leonardo, ao processo, foram anexados um extenso conjunto de provas e documentos que comprovam o plágio do programa original e as negociações dos empresários com a alta cúpula e diversos executivos da Band.

Procurada pelo jornal Estado de Minas, a Band negou qualquer tipo de plágio e afirmou que não comenta nenhum tipo de processo da Justiça.

*A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE SERIES-E-TV