Brasil está no 'top 3' de maiores mercados da Netflix

Chefe de comunicação global da empresa classifica o país como um dos 'carros-chefes' da empresa. Nesta sexta (23), plataforma estreia nova série original brasileira

por Mariana Peixoto 22/03/2018 08:45
Karima Shehata/Divulgação
Enrique Diaz e Selton Mello em cena de 'O mecanismo', que estreia nesta sexta na Netflix. (foto: Karima Shehata/Divulgação)

 

O Brasil está entre os três maiores mercados da Netflix. O dado, que não traz nenhum outro detalhe (quais países ocupam quais colocações, por exemplo), surgiu ao final de uma rodada de entrevistas durante o lançamento de O mecanismo da qual o Estado de Minas participou, na semana passada, no Rio de Janeiro.

“Top 3”, foi a resposta do chefe de comunicação global da empresa, Jonathan Friedland, ao comentar a relação do Brasil com a plataforma de streaming. Ele acompanhava o vice-presidente de conteúdo original, Erick Barmack. Dado o crescimento da audiência brasileira (a empresa não divulga o número de assinantes no país), Barmack prevê, para um futuro próximo, um volume de 10 a 12 séries de ficção nacionais por ano, entre estreias e novas temporadas.

Mais ambiciosa incursão da Netflix no país, a série sobre a Operação Lava-Jato criada por José Padilha estreia nesta sexta-feira (23) nos 190 países em que o gigante do streaming está presente. Em 27 de abril, entra no ar a segunda temporada da produção teen 3%, que, a despeito das críticas negativas recebidas no país, “rodou o mundo”, nas palavras de Barmack.

A importância do Brasil para a empresa norte-americana – que aportou por aqui em 2011, o que fez do país seu primeiro mercado fora da América do Norte – justificou a presença dos principais executivos da empresa no lançamento de O mecanismo.

AULA Criador e presidente da Netflix, Reed Hastings esteve na semana passada no Rio ao lado do número 2 da plataforma, o chefe de conteúdo Ted Sarandos. Principal responsável por produções como The crown e Stranger things, Sarandos falou rapidamente com o EM. Contou que assim que resolveu levar Padilha para a Netflix teve uma “aula” do cineasta sobre como as coisas funcionam no país.

Para Sarandos, O mecanismo deve funcionar também fora do Brasil. “Você acha que essas coisas acontecem só com vocês? Além disso, é um ótimo thriller que trata de temas universais. Se você quer contar uma história global, fale de sua própria aldeia”, observou.

A fala de Barmack foi ao encontro da ideia de “aldeia global” comentada por Sarandos. “Estamos experimentando uma grande mudança no conteúdo de televisão. No passado, os EUA e a Inglaterra produziam um monte de séries distribuídas ao redor do mundo. Só que hoje a TV é totalmente global e boas histórias podem vir de qualquer lugar”, comentou.

Narcos, também de Padilha e lançada em 2015, foi um divisor de águas. “Se alguém me dissesse, há alguns anos, que uma série estrelada e dirigida por brasileiros, gravada na Colômbia e produzida por uma empresa francesa seria um grande sucesso nos EUA, não acreditaria”, comentou Barmack.

A “onda” Narcos fez com que outros produtos internacionais tivessem grande repercussão em outros países. “Nos últimos tempos, vimos como La casa de papel (espanhola) repercutiu na América Latina; 3% foi grande ao redor do mundo; Dark (alemã) foi um fenômeno no Brasil, um sucesso nas redes sociais. Nenhuma dessas histórias tenta ser americana. Todas trazem características dos países onde foram produzidas. E isso é totalmente novo”, acrescentou Barmack.

Para este ano estão previstas produções indianas e coreanas. No caso do Brasil, foi anunciada para o segundo semestre a estreia de Samantha!, “comédia de humor negro”, nas palavras de Barmack, sobre uma cantora (Emanuelle Araújo) com dois filhos e casamento em frangalhos que tenta voltar às paradas de sucesso.

 

Abaixo, confira o trailer de O mecanismo

 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE SERIES-E-TV