Polícia Militar repudia cena de 'Malhação' com policial racista

Em comunicado divulgado nas redes sociais, PM disse reagir com "indignação" à passagem

por Diário de Pernambuco 05/06/2017 14:43

TV Globo/Reprodução
Juan Paiva e Ana Hikari interpretam Anderson e Tina (foto: TV Globo/Reprodução)
A Polícia Militar de São Paulo emitiu uma nota repudiando a Rede Globo por conta de uma cena exibida na novela Malhação. Na passagem, o casal Anderson e Tina, interpretado por Juan Paiva e Ana Hikari, respectivamente, é vítima de racismo por um policial, que chama o personagem repetidas vezes de "negão" e a menina de "japinha". O comunicado afirma que a passagem generaliza as ações da PM e macula "a imagem daqueles que doam a vida pelo cidadão". A assessoria de imprensa da emissora foi procurada mas ainda não se pronunciou.

"Ao contrário da cena reportada, a Polícia Militar segue fielmente os princípios constitucionais e basilares do respeito aos Direitos Humanos, pautada na filosofia de Polícia Comunitária e com ênfase na Gestão pela Qualidade, com intuito de bem servir a sociedade e de atender a seus múltiplos anseios, com o compromisso de defender a vida, a integridade física e a dignidade das pessoas", diz o texto, curtido por mais de cinco mil pessoas na rede social.

"Os feitos positivos da Polícia Militar paulista e as ações destemidas de seus integrantes, são evidentes e sobrepõem-se, inquestionavelmente, aos desvios de conduta que são pontuais. Cenas lamentáveis como induzir o telespectador a criar uma concepção falsa de sua polícia distorcem a realidade de sua essência de conciliação e abnegação. Diante disso, e em respeito ao Policial Militar e a toda sociedade paulista, reforço: Confiem em sua Polícia! Não deixem que maculem a imagem daqueles que doam a vida pelo cidadão!", conclui o comunicado.

Confira a nota da PM:

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV