MasterChef Brasil: candidato 'esquece' de fazer prato e é eliminado

Participantes tiveram que cozinhar um lámen, prato popular da cultura japonesa

por Diário de Pernambuco 26/04/2017 09:19
Band/Reprodução
'Seria muito injusto eu ficar', declarou Abel após sua eliminação (foto: Band/Reprodução)
Os cozinheiros amadores encararam duas provas difíceis no episódio desta terça-feira, 25, no MasterChef Brasil. No início do programa, os 17 participantes tiveram que elaborar um menu para ser servido na classe business de uma companhia aérea. Já a prova de eliminação, cozinharam um lámen, prato típico da culinária japonesa. Abel não entregou os dois pratos solicitados e foi eliminado por descumprir a regra da prova. "O MasterChef é uma competição culinária séria. Regra é regra", disse Erick Jacquin ao anunciar o resultado.

Na primeira prova, o desafio era criar um cardápio composto por entrada, prato principal e sobremesa. As receitas preferidas serão servidas nos voos da Azul. Os participantes foram divididos em cinco trios e uma dupla. Os chefs Erick Jacquin, Paola Corasell e Henrique Fogaça deram dicas de como pensar na elaboração do menu e reforçaram que as comidas servidas em avião apresentam algumas restrições. "É uma comida específica. Tem que ser um cardápio bem planejado e estratégico", apontou Fogaça. "Lembrem-se que os comissários esquentam a comida a bordo. Cuidado com sabores extremos e com os pontos das carnes", observou Paola. Eles tiveram três minutos para fazer compras no mercado e 1h15 para executar a prova.

Os grupos foram avaliados pelos chefs. Taise, Débora e Valter entregaram uma salada de folhas verdes, moqueca de pargo e camarão e carolinas com chantily e cacau. Já Aderlize, Victor e Michele fizeram ovos apimentados com ovas e parma, frango recheado e rocambole de caramelo. O trio Caroline, Leonardo e Mirian fez um espaguete de pupunha, salmão com aspargos e a pavlova desconstruída. Abel, Fabrizio e Yuko fizeram uma salada primavera, moqueca e tartar de frutas. Já a dupla Douglas e Fernando optou por uma salada tropical, salmão grelhado e carolinas com calda de chocolate e castanhas. Nayane, Bourguignon e Ana Luiza apresentaram um creme de camarão, salmão com crosta de amêndoas e creme inglês. O último trio foi elogiado por ter harmonizado as três receitas e subiu para o mezanino. Taise, Débora e Valter também se destacaram na prova.

A prova de eliminação exigiu técnica e sabor para reproduzir um prato da culinária japonesa. Eles receberam uma aula prática dos chefs convidados Margarida Haraguchi e Sérgio Ouba, que ensinaram como executar o lámen express. Os cozinheiros tiveram três minutos para fazer compras no mercado e 45 minutos de prova. O clima era de desespero e a prova de alto nível de dificuldade.

Ao acabar o tempo, Abel se atrapalhou e esqueceu de montar o segundo prato. Os chefs convidados provaram as receitas dos outros participantes e ele ficou de fora. A dupla especialista destacou cinco receitas: Débora, Yuko, Douglas, Valter e Aderlize subiram direto para o mezanino. Ao passar no crivo dos jurados, Fabrizio foi um dos que errou na massa, no ponto do porco e fez um caldo sem sabor. "Para comer esse prato teria que ficar 15 dias perdido numa ilha deserta", criticou Jacquin. Michele também se atrapalhou no tempo e entregou o lámen salgado. "Está com gosto de ovo podre. Muito ruim", disparou Fogaça. "Suco de meia. Parece água do mar", reclamou Jacquin. Abel acertou na massa e no caldo, mas pecou na apresentação.

No veredito final, os três piores da prova foram Taise, Fabrizio e Michele. "Vocês tiveram sorte. Nenhum de vocês vai sair. Quem vai sair é o Abel. Tua comida não estava ruim, mas você não respeitou as regras da competição. Estamos chateados em fazer isso”, anunciou Jacquin. "Seria muito injusto eu ficar, se todo mundo conseguiu entregar o prato. Saio daqui hoje sem nenhum arrependimento. Agradeço a oportunidade”, lamentou Abel.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV