Produtores de café investem em fertilizantes de alta performance

Escolha do fertilizante certo pode aumentar produtividade e destacar o sabor e o aroma do café, que é uma das bebidas preferidas do brasileiro

22/06/2020 11:50
Divulgação/Mosaic
(foto: Divulgação/Mosaic)

O brasileiro toma 839 xícaras de café por ano, segundo uma pesquisa de hábitos de consumo da Euromonitor International. Portanto, para agradar ao paladar do brasileiro, nada melhor que um café de qualidade. Por isso, os cafeicultores investem na lavoura, inclusive com o uso de fertilizantes de alta performance. 
 
Isso porque o fertilizante interfere no bom desenvolvimento da planta, em todos os seus ciclos, e mantém o bom manejo do solo. Com raízes mais fortes, folhas mais robustas e grãos mais graúdos, o produtor rural consegue levar qualidade a toda a cadeia produtiva, chegando à torrefação desejada. 
 
O resultado disso é um café mais saboroso, com um aroma mais completo e que conquista o consumidor. Assim, o produtor rural consegue atingir os melhores preços na hora da negociação e, desse modo, aumentar a sua lucratividade. 
 
Aliás, a decisão de aplicar um bom fertilizante não está ligada apenas ao resultado pontual de uma safra, mas com toda a preocupação que cerca a qualidade do solo. 
 
Isso porque até 60% da produção no campo esá ligada à fertilização do solo. Portanto, solos bem nutridos rendem mais na hora da colheita. Afinal, segundo o Manual Internacional de Fertilidade de Solo, ele tem cinco principais funções:
 
  • sustentar o crescimento das plantas; 
  • transformar matéria de decomposição; 
  • definir o trajeto das águas; 
  • abrigar diversos organismos, como fungos e minhocas; 
  • servir de base para toda a criação humana.

Justamente por isso, o fertilizante atua para manter atualizadas as cinco funções do solo. Isso porque a agricultura depende de um solo rico para o abastecimento mundial. Além disso, o meio ambiente deve ser preservado. 

Nutrição mineral da planta de café é essencial para uma boa produção 


Divulgação/Mosaic
(foto: Divulgação/Mosaic)

A safra de café neste ano em Minas Gerais deve chegar a 32,1 milhões de sacas de 60 quilos e está animando o produtor rural. Lembrando que é dos cafezais mineiros que saem cerca de 75% do café arábica do país. 
 
Portanto, para chegar a uma produção deste nível é importante contar com uma nutrição mineral completa. Nesse sentido, a planta precisa de doses adequadas de nutrientes como o nitrogênio, magnésio, enxofre, potássio, fósforo, entre outros. Afinal, eles são essenciais para os processos metabólicos que vão reverter positivamente no consumidor final, com um café saboroso à mesa. 
 
Por consequência, nenhum elemento pode faltar. O nitrogênio é indispensável para o cafeeiro, podendo ser obtido através de fertilizantes nitrogenados. 
 
Só para lembrar, o potássio, por exemplo, está diretamente ligado à qualidade do grão. Isso porque ele ativa enzimas, regula a troca de gases, equilibra a perda de água e acumula açúcares na planta. 
 
Enquanto isso, o magnésio atua diretamente na clorofila, que é responsável pela produção de alimento pelo café.  Já o enxofre participa ativamente da formação de proteínas e reforça a qualidade da planta. 

Fertilização


A cultura do café é um exemplo da importância da fertilização. Isso porque as plantas podem ter uma vida útil de mais de 30 anos, para não exaurir o solo, é necessário investir na adubação. 
 
“O manejo que é feito no solo em um ano irá afetar nos anos subsequentes, por isso uma boa adubação, sendo balanceada, mantém a planta bem nutrida e, assim, produtiva por vários anos”, aponta Thiago Sylvestre, agrônomo da Mosaic Fertilizantes. Ele ainda lembra que a falta desse cuidado pode levar ao declínio precoce da lavoura. 

 
Divulgação/Mosaic
(foto: Divulgação/Mosaic)
 
O manejo e a alta performance dos nutrientes são essenciais. “Grande parte (ou a totalidade) dos cafezais do Brasil estão plantados em solos de baixa fertilidade natural, ou seja, pobres quimicamente. Sabendo disso, as lavouras precisam ser bem manejadas e incrementadas quanto ao teor de nutrientes, via fertilizantes, para manter bons níveis de nutrientes”, lembra Thiago. Ele cita como exemplo de baixa fertilidade química natural do solo a região do Cerrado Mineiro, que é o ponto de concentração de cafezais no estado. 

K-Mag® une os poderes do magnésio, potássio e enxofre 

 
Divulgação/Mosaic
(foto: Divulgação/Mosaic)
 
O K-Mag® é um fertilizante exclusivo desenvolvido pela Mosaic, uma das maiores empresas do mundo em produção e venda de fosfato e potássio combinados. Ele é obtido pelo processamento do mineral natural chamado Langbeinita. O fertilizante é composto, entre outros elementos, por:  

  • 10% de magnésio; 
  • 21% de enxofre; 
  • 21% de potássio. 

Assim, o K-Mag® se diferencia por ser uma fonte de magnésio solúvel e por apresentar solubidade oito mil vezes superior, se comparado ao calcário. Além disso, ele tem baixo teor de cloro (que melhora as propriedades sensoriais do café) e alta concentração de enxofre. 
 
“À medida que forneço uma fonte de magnésio solúvel tenho uma planta bem nutrida e, com isso, ela irá responder fazendo mais fotossíntese”, aponta Thiago. Nesse sentido, o magnésio também faz com que as flores da planta tenham melhor pegamento, bem como os frutos serão mais uniformes, maiores e mais pesados. 

Outros produtos 


Embora o K-Mag® seja o carro-chefe da Mosaic na fertilização das lavouras cafeeiras, há outros fertilizantes desenvolvidos pela empresa com alto potencial. Confira na sequência: 
 
  • Aspire: ele fornece potássio e boro para a planta. Neste caso, o boro, que é bastante abundante, é aplicado via solo e não via folha, para uma melhor distribuição via solo e com nutriente disponível para todo o ciclo da cultura;

  • Excellen: tem alta concentração de nitrogênio e, por isso, exige menor dose física do produto na sua aplicação. Um ponto importante é a qualidade física do Excellen, possibilitando um bom rendimento operacional das máquinas, devido à sua boa fluidez no maquinário.

Mosaic está na Feira Digital Coccamig Café com TV 


Uma das empresas participantes da Feira Digital Coccamig Café com TV é a Mosaic Fertilizantes. “Nosso objetivo ao participar desta importante Feira é de estar presente junto aos produtores de café, onde temos esta como uma das principais culturas para o Brasil e para a Mosaic Fertilizantes. Queremos levar informação aos produtores, para que possam conhecer mais sobre como pode ser realizada uma boa nutrição das plantas de café e também queremos mostrar quais as tecnologias em produtos que temos para podermos auxiliar os produtores a fim de aumentar não somente a sua produtividade, mas também a sua rentabilidade e prosperidade na lavoura de um modo geral”, explica Thiago. 
 
A Feira Digital Coccamig Café com TV reúne especialistas, produtores rurais e empresas do agronegócio.  

Serviço
Evento: Feira Digital Coccamig Café com TV
Data: 22 a 26 de junho

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE NEGÓCIOS