Filipe Catto se apresenta em BH com a turnê 'O nascimento de Vênus'

Cantor celebra o amor e diz que não pode se calar diante de atual momento político: 'De um lado, há democracia; do outro, o fascismo e o nazismo'

por Walter Felix 18/10/2018 11:20

Filipe Catto está de volta a BH com a turnê O nascimento de Vênus, referência ao refrão da faixa Lua deserta, do disco Catto, lançado em 2017. “Mais que um título, é uma sensação carregada de imagens e significados muito arquetípicos na nossa mente”, afirma ele. “A Vênus que sai da espuma do mar traz a transcendência de gênero, o equilíbrio entre o masculino e o feminino muito necessário ao mundo”, define o cantor e compositor de visual e voz andróginos.


Lorena Dini/divulgação
'Não posso me calar diante de suásticas talhadas no corpo de pessoas inocentes em pleno século 21', diz o cantor (foto: Lorena Dini/divulgação)
Tanto o álbum quanto o show foram elaborados artesanalmente. Filipe define seu processo criativo como uma gestação, que durou nove meses. A turnê é, acima de tudo, um ritual de amor, observa. “Vivemos o processo embrutecedor de nossos sentidos. A arte resgata a magia que acontece nos detalhes. O nascimento de Vênus fala não só do feminino. É uma relação interna com o meu lado criativo, que convive com forças da natureza absolutamente fundamentais.”

Depois de apresentações bem-sucedidas na Europa, América Latina e Estados Unidos, o cantor retorna aos palcos brasileiros. Diante dos fãs e com o microfone nas mãos, o gaúcho encontra sua completude. “O palco é uma experiência artística incomparável. A música adquire uma intimidade tão grande com a vida das pessoas que acaba se desgarrando de nós. Quando o artista encontra seu público, a comunhão energética mostra como a música é uma entidade poderosa. É a oportunidade que temos de experimentar a arte, algo mágico diante dos nossos olhos.”

EVA Além das faixas autorais, o repertório de O nascimento de Vênus traz Eva, hit do grupo Rádio Táxi na década de 1980. A canção, que fala do fim dos tempos, é a única releitura do show. “Busquei músicas que me elevassem, a elevação energética e sutil. Precisamos da figura feminina de Eva, uma Wonder Woman que será a salvação do planeta, com sua maçã dourada”, comenta.

Durante suas apresentações, o gaúcho não se furta de se manifestar sobre o cenário político brasileiro. Filipe diz que não há meias palavras diante de ameaças contundentes. “Como artista, não posso me calar sobre as suásticas talhadas no corpo de pessoas inocentes em pleno século 21. De um lado, há democracia; do outro, o fascismo e o nazismo. Não gostaria de chegar sempre à mesma polarização partidária, mas não há outro caminho para a abertura do diálogo, a única forma de fugir do obscurantismo que pode destruir o nosso país”, conclui.

O NASCIMENTO DE VÊNUS
Com Filipe Catto. Nesta quinta-feira (18), a partir das 22h. Felipe de Oliveira também se apresenta, com o show Coração disparado. A Autêntica. Rua Alagoas, 1.172, Savassi, (31) 3654-9251. R$ 25 (antecipado) e R$ 30 (portaria). Vendas on-line: sympla.com.br/aautentica.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA