Novos talentos brasileiros se apresentam em horários ingratos no Lollapalooza

Rincon Sapiência e o trio Ventre planejaram shows especiais para o festival paulista. Confira os destaques da programação

por Guilherme Augusto* 23/03/2018 08:29

Renato Stockler/Divulgação
O rapper Renan Sapiência, atração desta sexta-feira (23) à tarde, promete agradar aos fãs e a quem ainda não conhece seu trabalho. (foto: Renato Stockler/Divulgação)

Em atividade há 18 anos, Rincon Sapiência virou assunto na cena do rap brasileiro em 2005, quando venceu o campeonato de improviso realizado durante o Fórum Social Mundial, em Porto Alegre. Em 2014, ele chamou a atenção com o EP SP Gueto BR, com oito faixas inéditas. Apesar de importantes para sua escalada até aqui, não foram esses fatores que o fizeram ser convidado para o Lollapalooza Brasil, que começa nesta sexta-feira (23), mas a notoriedade de seu primeiro disco, Galanga livre, lançado em 2017. O trabalho, que conta com as faixas A coisa tá preta e Ponta de lança (Verso livre), traz as rimas do rap com abordagem menos sintética, além de circular por outros estilos musicais.

“Pensamos o show para atender a todas as pessoas, tanto aquelas que não conhecem nosso trabalho a fundo quanto fãs que estão se programando para nos ver. A ideia é mostrar o que a gente tem para oferecer, passando por outros gêneros e formatando tudo numa estrutura ideal, mas sem soar muito estranho devido ao pouco tempo de palco”, adianta Rincon a respeito da apresentação desta sexta-feira, às 14h30, no Palco Budweiser.

Essa também é a preocupação do trio carioca Ventre, com show marcado para as 11h50 de sábado (24), no Palco Onix. Considerando que os portões são abertos 50 minutos antes e a atração principal Imagine Dragons está marcada para as 19h25, o público deve ser mínimo. “A gente vai ter um tempo de palco bastante reduzido, apenas 35 minutos. Isso dificulta muito, pois nas apresentações normais costumamos nos estender durante as músicas”, conta o vocalista Gabriel Ventura. Ao lado de Larissa Conforto (bateria) e Hugo Noguchi (baixo), ele vai cantar músicas do álbum de estreia homônimo, lançado em 2015, além de inéditas, sobre as quais faz segredo.

“A ideia de festival é muito interessante para bandas como a nossa. Participar de eventos independentes, principalmente, foi muito importante pra gente”, comenta Gabriel. “Além do encontro entre diferentes grupos e artistas, acaba acontecendo um intercâmbio muito legal e o evento em si se torna uma vitrine das bandas tanto para o público quanto para os produtores”, completa.

 

Para tanto, o Lollapalooza Brasil, assim como as edições argentina e chilena, esforça-se para apresentar a diversidade de novos talentos e colocá-los a serviço das atrações principais como uma espécie de esquenta. A desigualdade impera. Enquanto artistas com shows potentes – Liam Gallagher, Metronomy e Chance, The Rapper – são obrigados a “espremer” o repertório em apenas uma hora, o headliner Pearl Jam, que fecha o palco principal no sábado (24), terá 2h15 min de apresentação.  

 

Hannah Carvalho/Divulgação
Gabriel Ventura, Larissa Conforto e Hugo Noguchi, do trio Ventre, cantam no sábado (24) de manhã. (foto: Hannah Carvalho/Divulgação)
 


MULHERES O Lollapalooza é um festival “moderninho”, mas nem tanto. O line-up de 2018 expõe o descuido com a presença feminina. Das 72 atrações, apenas 16 são mulheres. Nesse quesito, Lana Del Rey é a única atração principal, escalada para fechar o Palco Onix no domingo (25). E isso não é de hoje. Em sete edições, o evento só escalou uma headliner: a banda Florence + The Machine, em 2016, liderada pela britânica Florence Welch.

O fator surpresa deste ano, explicado pelo encarecimento do cachê de artistas estrangeiros, é a escalação de nomes que são uma espécie de “nova vanguarda paulistana”. É o caso de Tiê, Liniker e os Caramelows, O Terno, Mallu Magalhães e Mano Brown. Todos se apresentarão em horários e espaços melhores do que as outras atrações brasileiras.

Muito mais do que festival de música, o Lolla Brasil chega ao sétimo ano com a proposta de oferecer uma experiência completa de entretenimento – algo que o Rock in Rio cumpre desde seu retorno ao Brasil, em 2011. Isso explica a quantidade de atrações extrapalco, que vão de lojas com itens personalizados a brinquedos de diversão gratuitos, passando por estandes de diversas marcas, food trucks de chefs e restaurantes estrelados.

Na hierarquia do festival, bandas e artistas são o chamariz para o público, mas a ideia é mantê-lo ocupado em todos os momentos.

FIQUE DE OLHO:

 


» Mac DeMarco
Sexta (23), às 21h10. Palco Axe

O canadense é um dos nomes mais citados nas listas de melhores artistas alternativos da atualidade. Sua produção é marcada por sons orgânicos aliados a letras confessionais repletas de comentários sobre a vida cotidiana. Mac é comparado a Daniel Johnston e até mesmo a The Smiths.



» Anderson .Paak
Sábado (24), às 16h10. Palco Budweiser

Multi-instrumentista e compositor, o norte-americano é um dos nomes do R&B mais elogiados da atualidade. A estreia dele no Brasil vem embalada pelo sucesso do disco MALIBU (2016), no qual incorpora diferentes referências, do blues ao hip-hop moderno de Kendrick Lamar.



» Aurora
Domingo (25), às 16h20. Palco Axe

Anunciada depois do cancelamento do rapper Tyler, The Creator, a norueguesa tem trabalho baseado em sons eletrônicos sintetizados, usando a voz como instrumento. Apesar da semelhança com Björk e Enya, ela traz o frescor do pop. Inclusive, abre a novela Deus salve o rei com um cover de Scarborough fair.

 

TV E INTERNET:

• Os canais Multishow e Bis farão transmissões simultâneas do festival na televisão e na internet. O Multishow exibirá os shows do Palco Budweiser, que receberá Red Hot Chilli Peppers e The Killers, entre outras bandas, e do Palco Onix, por onde passarão LCD Soundsystem, Imagine Dragons e Lana Del Rey.

• O Bis e o Bis Play mostrarão shows do Palco Axe, onde se apresentarão Zara Larsson, Kygo e Wiz Khalifa. Dedicado à eletrônica, o Palco Perry’s, que receberá Alok, DJ Snake e Hardwell, terá shows transmitidos pelo Multishow Play.


ATRAÇÕES PRINCIPAIS:

Sexta-feira (23)

>> 18h30/19h30 – Zara Larsson (Palco Axe)
>> 19h35/21h05 – LCD Soundsystem (Palco Onix)
>> 21h10/23h – Red Hot Chilli Peppers (Palco Budweiser)
>> 22h/23h – Alok (Palco Perry’s)

Sábado (24)

>> 19h25/20h55 – Imagine Dragons (Palco Onix)
>> 21h/22h15 – Kygo (Palco Axe)
>> 22h/23h – DJ Snake (Palco Perry’s)
>> 21h/23h15 – Pearl Jam (Palco Budweiser)

Domingo (25)

>> 19h25/20h55 – Lana Del Rey (Palco Onix)
>> 20h55/22h10 – Hardwell (Palco Perry’s)
>> 21h/22h15 – Wiz Khalifa (Palco Axe)
>> 21h/22h30 – The Killers (Palco Budweiser)

LOLLAPALOOZA BRASIL
Desta sexta-feira (23) a domingo (25), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Informações: www.lollapaloozabr.com

*Estagiário sob supervisão da editora assistente Ângela Faria

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA