Banda carioca Forróçacana comanda o baile de sábado no Freud Bar

Show comemora os 20 anos de estrada do grupo, que lançou quatro discos e foi indicado duas vezes ao Grammy Latino

por Cecília Emiliana 22/12/2017 09:16

Acervo Forróçacana
Banda se apresenta em Nova Lima. (foto: Acervo Forróçacana)

Eles são do Rio de Janeiro, terra do choro, da bossa nova e do samba de gafieira. Mas gostam mesmo é de um bom arrasta-pé. Aos puristas que porventura perguntem o que carioca entende de forró, a resposta vem rápida e certeira. “Nordestinos como Alceu Valença, Gilberto Gil e Elba Ramalho já dividiram palco conosco e nunca reclamaram”, brinca Duani, vocalista do grupo Forróçacana.

Formada por forrozeiros “da gota serena”, como diriam Dominguinhos e Sivuca, a banda se apresenta sábado (23) no Freud Bar, em Nova Lima. O show comemora os 20 anos de estrada do grupo, que lançou quatro discos e foi indicado duas vezes ao Grammy Latino.

 

 

No repertório não faltarão sucessos do grupo, como Menina mulher da pele preta, Bola de meia e Lei do silêncio. Clássicos de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro também animarão o baile. Arranjos criativos dão o tom ao bate-coxa, garante Duani. “Talvez esta seja nossa principal característica: a originalidade. A gente toca o forró tradicional, que reverenciamos e adoramos, mas não nos prendemos só a ele. Damos roupagem do Nordeste a canções de muitas feras da MPB, como Jorge Benjor, Cássia Eller e Lenine”, explica.

No showbiz desde os 10 anos, Duani criou um instrumento musical: a zabumbateria, mistura de zabumba com bateria. A engenhosidade consiste em tocar o bumbo da bateria com os pés. A zabumba fica pendurada no corpo, enquanto os pratos são acionados pelo instrumentista de pé, em alternância com a zabumba.

“Chegou um momento em que sentíamos a necessidade de incluir batidas consistentes ao som que a gente fazia, mas não queríamos contratar baterista. Achávamos que isso descaracterizaria o forró. Daí criei a zabumbateria. Hoje, outras bandas até usam a nossa invenção, mas fomos nós que começamos com isso”, conta ele.

Forróçacana é formado por Duani (voz e zabumbateria), Chris Mourão (percussão), Marcos Moletta (bandolim), Cachaça (cavaquinho e guitarra) e Mará (sanfona).

Criado em 1997, antes de o forró virar “febre” (que começou no início do ano 2000), o grupo surgiu a partir de uma viagem de Mará ao Nordeste. “Ele voltou muito contagiado pela sonoridade maravilhosa que rola por lá. Começou a nos reunir na casa dele para ouvi-lo tocar sanfona. Dali, fomos crescendo. Do quarto do Mará alcançamos o Brasil todo. O nome veio do trocadilho formado pelas palavras forró, roça e cana”, diz Duani.

FORRÓÇACANA
Freud Bar. Rua Nossa Senhora de Fátima, Vale do Sereno, Nova Lima. Sábado (23), às 21h. Ingressos: R$ 40, à venda no site Sympla. Informações: (31) 99637-9899.


 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA