Henry Cavill pede desculpas depois de dizer que ''tem medo de flertar''

Declaração do intérprete do Superman foi muito criticado, especialmente por integrantes dos movimentos feministas

13/07/2018 12:02
DC Comics / Reprodução
Cavill interpreta o SUperman desde o primeiro filme do universo DC, lançado em 2013 (foto: DC Comics / Reprodução)
A entrevista concedida à revista GQ não pegou bem para o ator britânico Henry Cavill. O intérprete do Superman, nos filmes da DC, disse que "É muito difícil flertar se existem certas regras sobre o assunto, então tenho medo de me aproximar de alguém ser chamado de estuprador". O suficiente para ser duramente criticado, especialmente por militantes da causa feminista e do movimento #MeToo. Diante da repercussão negativa, Cavill resolveu se desculpar publicamente.

"Nunca foi minha intenção ser insensível. Diante disso, só queria esclarecer e confirmar que respeito as mulheres, em qualquer tipo de relacionamento, seja amizade, profissional ou romântico. Nunca quis desrespeitar, de forma alguma. Essa experiência me deu uma valiosa lição sobre contexto e os nuances de liberdades editorais. Espero que, futuramente, tenha a chance de deixar bem clara minha posição num tópico tão importante, que apoio com todo meu coração", disse em comunicado publicado por sua agente.

Em seus depoimentos à GQ, o astro tinha dito que "As coisas têm de mudar, absolutamente. É importante também manter as coisas boas, que eram uma qualidade no passado, e se livrar das coisas ruins", disse Cavill sobre o comportamento dos homens. Há algo de maravilhoso em um homem indo atrás de uma mulher. Eu acho que uma mulher deveria ser cortejada e perseguida, mas acho que eu sou tradicional por pensar assim".

Na entrevista, ele ainda completou: "vou chamar uma ex-namorada, e depois voltar para um relacionamento que nunca funcionou de verdade'. Mas é mais seguro do que eu me jogar nas chamas de um incêndio, porque eu sou alguém que está sendo observado pelo público, e se eu flertar com alguém, quem sabe o que pode acontecer?".

Mulheres de todo o mundo reprovaram as palavras do "Super Homem". No Brasil, a pré-candidata à presidÊncia pelo PCdoB, Manuela d'Avila, usou o Twitter para mandar um recado a ele: "Hey, Super-Homem, não precisa ter medo. A fórmula é simples: depois do não, tudo é assédio. Lembrando que não pode ser feito com linguagem não verbal também ;) Mas podemos flertar, viva o amor!".

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MEXERICO