Aos 79 anos, Martinho da Vila faz faculdade de relações internacionais

Autor de clássicos como 'Canta, canta, minha gente' e 'Mulheres', músico voltou as salas de aula para aprimorar seu conhecimento teórico

por Diário de Pernambuco 10/03/2017 17:14
Cantor é um dos grandes nomes do samba brasileiro
Internet/Reprodução (foto: Cantor é um dos grandes nomes do samba brasileiro)
Cantor, compositor, poeta e escritor, o músico Martinho da Vila tem mostrado que nunca é tarde para aprender e voltou às salas de aula aos 79 anos. Aluno do curso de relações internacionais de uma universidade privada no Rio de Janeiro, o autor de canções emblemáticas da música brasileira e de 14 obras literárias, o artista tem dado exemplo para quem tem receio em começar ou voltar a estudar na vida adulta.
 
Em entrevista ao jornal Extra, Martinho contou que  escolheu o curso - sua primeira graduação - por causa do seu trabalho como embaixador da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLT): "Já pratico relações internacionais há muito tempo, mas eu queria pegar um pouco de conhecimento mais teórico".
 
"Na faculdade, eu sou um aluno de conhecimento, um ouvinte. Faço os trabalhos que todos fazem, cumpro uma carga horário, mantenho a frequência nas aulas, mas não preciso fazer prova", explica. Ele releva ainda que sua atitude de voltar a estudar tem servido de exemplo para muita gente retornar às salas de aula. "Várias pessoas de uma certa idade, até de 50 anos, que tinham vontade de fazer um curso superior, mas que não tinham muita coragem, chegam e falam que foram incentivados por mim a estudar. E isso é bacana. Conhecimento nunca é demais".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO