Morre, aos 49 anos, o funkeiro Mr. Catra

O músico lutava contra um câncer gástrico e estava internado no Hospital do Coração, em São Paulo

por Estado de Minas 09/09/2018 17:54
AgNews/Divulgacao - Rapper Mr Catra
(foto: AgNews/Divulgacao - Rapper Mr Catra )

Wagner Domingues Costa, o Mr. Catra, morreu na tarde deste domingo no Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, onde estava internado para tratar um câncer. Natural do Rio de Janeiro, o cantor de funk deixou três esposas e 32 filhos. Catra foi diagnosticado com um câncer no estômago em 2017. Na ocasião, ele disse que tinha parado de beber e reduzido o número de cigarros que fumava para realizar as sessões de quimioterapia.

A assessoria de imprensa do cantor informou que “com enorme pesar”, comunicava o falecimento de Catra, “em decorrência de um câncer gástrico”. Formado em direito, o cantor nunca exerceu a profissão e iniciou sua trajetória pela música numa banda de rock. Mas foi no funk que ele ganhou fama e respeito nacional. O bonde dos justos, lançado em 1994, foi seu primeiro disco, no qual emplacou o hit Vida na cadeia. Com letras de temas fortes e rimas afiadas, Mr. Catra chamou a atenção de grandes gravadores. Dois anos depois, confirmou sua fama com O segredo do Altíssimo.

Em 1999, Mr. Catra lançou o CD O fiel, pela Warner Music, e entrou nos anos 2000 gravando outros hits, alguns deles paródias, como Adultério, uma versão do hit dos anos 1980 Tédio, do Biquini Cavadão. A música tomou contas dos bailes funk do país e se tornou um dos principais sucessos da carreira do cantor. Filho de Manoel e Elza Costa, Mr. Catra nasceu e foi criado no Morro do Borel, no Bairro da Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Fãs e ex-companheiros de trabalho lamentaram em redes sociais a morte de Mr. Catra. A funkeira Valesca Popozuda se emocionou com a notícia e chorou ao falar dele. No Instagram, ela publicou: “Pensa em um cara incrível. Poucos sabiam da importância que você tem em minha vida, mas você sempre cuidou de mim como filha”, desabafou. A cantora Tati Quebra-Barraco também fez um post emocionado em homenagem a Mr. Catra: “Por que você me deixou irmão?”, perguntou no Twitter.




['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE E-MAIS