Jeanne Moreau, símbolo do cinema francês, morre aos 89 anos

Atriz trabalhou em mais de cem filmes, alguns deles dos principais diretores do cinema mundial

por AFP 31/07/2017 07:35


Jeanne Moreau
, uma das atrizes mais emblemáticas do cinema francês e musa da Nouvelle Vague, faleceu em Paris aos 89 anos, informou nesta segunda-feira seu agente.


Moreau, que atou em mais de 100 filmes ao longo de uma carreira de 65 anos, incluindo "Amantes", de Louis Malle; "Jules e Jim", de François Truffaut; e "O Diário de uma Camareira, de Luis Buñuel, foi encontrada morta em sua residência na capital francesa, afirmou à AFP a prefeitura de seu distrito.


De acordo com várias fontes, o corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira por uma pessoa que trabalhava na limpeza da casa.


"Foi-se uma parte da lenda do cinema", afirmou a presidência francesa em um comunicado, que descreve Moreau como uma mulher "livre, rebelde e a serviço das causas nas quais acreditava".


Seu talento, beleza e voz profunda fascinaram grandes cineastas, incluindo Luis Buñuel, Orson Welles e Wim Wenders.


Em 1998 recebeu um Oscar honorário pelo conjunto de sua carreira das mãos de Sharon Stone. Dez anos depois recebeu um César honorário, o grande prêmio do cinema francês.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS