Brisa Marques se inspira no fim do mundo em performance que será apresentada no Sesc Palladium

Apresentação reúne instrumentistas, gente que trabalha com audiovisual, além de iluminadores e maquiadores

por Walter Sebastião 21/11/2012 10:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Luiz Evo/divulgação
Brisa Marques faz poesia para aguardar o fim do mundo em dezembro (foto: Luiz Evo/divulgação)
 

Um mês antes da data que os maias previram para o fim do mundo, o próximo 21 de dezembro, a escritora, compositora e atriz Brisa Marques, de 27 anos, faz do apocalipse o tema da performance que apresentará nesta quarta-feira, no Teatro Multiuso do Sesc Palladium.

 

Com apoio de amigos instrumentistas, de gente que trabalha com audiovisual, além de iluminadores e maquiadores, ela vai mostrar textos que escreveu especialmente para esta noite. “A proposta é o público se preparar para o fim do mundo”, avisa a performer. “Vamos aproveitar o momento para mostrar que há indícios de que o planeta está acabando e celebrá-lo antes que desapareça”, explica.

 

Brisa cita o desaparecimento de povos como os maias e da megafauna dos tempos pré-históricos. “Tema recorrente, isso mostra que o mundo pode ser visto de várias maneiras. Inclusive como momento de pensar em paz, liberdade e felicidade”, observa. “Acredito que o mundo se renova e está em transformação”, afirma Brisa.

 

Ela explica que a natureza da performance é “estar lado a lado” com a vida, incorporando imprevistos e o inusitado. “É algo como a explosão de sentidos, com aspecto visual forte e sonoplastia simbólica. Vamos trabalhar com estímulos sensoriais que, às vezes, parecem etéreos e desconexos, mas seguem um caminho.”

 

Ela subirá ao palco com Rafael Macedo (teclado), João Antunes (violão), Luana Souza (voz), Rafael Fares (projeções), Luiz Henrique Evô (audiovisual), André Xina (programações eletrônicas), Marina Arthuzzi e Jesus Latalisa (iluminação), Daniel Quintela e Cacá Zech (maquiadora).

 

Poemas de Brisa estão em coletâneas (como Antologia de ouro) e reunidos no livro Entre as veias de fato. “Gosto de escrever fora das regras e dos padrões”, afirma. A performance faz parte da programação do projeto Digas! – Poesia falada. BRISA MARQUES Hoje, às 19h. Espaço Multiuso do Sesc Palladium,Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Entrada franca.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS