Netflix aproveita CCXP para promover filme de terror com Sandra Bullock

'Bird box' vai estrear na plataforma em 21 de dezembro. Atriz falou sobre longa em que interpreta uma mãe que protege os filhos em um cenário apocalíptico

por Pedro Galvão 10/12/2018 16:20

Netflix/Divulgação
Filme é uma adaptação do livro 'Caixa de pássaros', de Eric Heisserer (foto: Netflix/Divulgação)
São Paulo (SP) - Com audiência recorde de 262 mil visitantes, a 5ª edição da Comic Con Experience de São Paulo terminou no domingo (9/12). Foram exibidos conteúdos exclusivos e anunciadas novidades dos principais estúdios cinematográficos norte-americanos, com a presença de ícones atuais da cultura pop mundial, entre atores, atrizes, diretores e produtores dos filmes e séries preferidos do público até outrora chamado de “nerd”.

Um dos destaques do evento, a Netflix aproveitou a presença da imprensa em São Paulo para divulgar alguns de seus próximos lançamentos. Nesta segunda-feira, a atriz Sandra Bullock concedeu entrevista coletiva para falar de Bird box, novo longa original da plataforma de streaming, que estreia em 21 de dezembro.

 

Vencedora do Oscar de melhor atriz em 2010 por Um sonho possível, a atriz interpreta Malorie Shannon, mãe de duas crianças. Ela luta para protegê-las no cenário apocalíptico em que a humanidade é atormentada por uma entidade misteriosa que desperta a ira suicida e destrutiva em quem a vê.

A trama dirigida pela dinamarquesa Susanne Bier, também premiada com a estatueta de melhor filme estrangeiro por Heaven (2011), é adaptada do livro Caixa de pássaros, de Eric Heisserer. O público presente no último dia da CCXP pôde assistir ao longa em primeira mão, na presença dos artistas.


“Eu me senti como os rockstars. Não toco nenhum instrumento, mas por um momento foi isso, foi incrível”, revelou Sandra Bullock. A estrela também falou sobre a personagem, definida por ela como “uma mulher amável, até que o cataclisma acontece”.

 

Na saga contra essa ameaça assustadora e mortal, Malorie passa parte da história vendada. Sandra revelou que teve auxílio de uma pessoa cega. “Quando você não tem o sentido da visão, você não percebe o que está perdendo. Nós, que temos a visão, não exercemos nossas percepções”, contou a atriz.

Bullock também elogiou o elenco, dizendo que todos ficaram “confortáveis com a presença dos outros", sendo "humildes e prestativos uns com os outros”. Segundo ela, isso não é tão comum em sets de cinema. Contracenam com ela John Malkovich e Trevante Rhodes, que esteve presente na CCXP e também concedeu entrevista coletiva nesta segunda, junto com a atriz e com o produtor Dylan Clark.

 

Clark ressaltou o entendimento com a Netflix para uma produção ambiciosa, com cenas de ação ousadas na mata, na água e também envolvendo os dois pequenos atores (Julian Edwards e Vivien Lyra Blair).

A presença dos pequenos foi comentada pelos mais velhos. Para Rhodes, “trabalhar com crianças é sempre bom, porque elas são honestas”. Bullock, que é mãe, falou que isso a inspirou a lidar com as crianças, pois conhece os comportamentos e os sentimentos delas.

Outra particularidade do filme é a entidade misteriosa responsável pelo medo e pelos momentos de terror. Como ela não aparece em cena, o elenco teve um desafio a mais. Em filmes de terror, você tem a mão que gira a maçaneta. Quando a porta se abre, há o monstro e o susto. Nesse filme, não.

Apesar dos sustos, Sandra Bullock enfatiza que trata-se também de uma história de amor. Especialmente agora, estamos nos esquecendo de amar uns aos outros, e é para isso que estamos nesse mundo”, conclui.

 

Confira o trailer de Bird box:

 

Já “em cartaz”, Mogli também foi destaque

Outro filme promovido no embalo da CCXP foi Mogli: Entre dois mundos, disponível no catálogo da Netflix desde a última sexta-feira (7/12). O ator e diretor Andy Serkis foi um dos convidados da rodada de coletivas nesta segunda. Serkis é reconhecido como o principal ator de computação gráfica do mundo, responsável por personagens como Sméagol e seu alter ego Gollum, em Senhor dos anéis, o macaco Caesar nos filmes mais recentes de Planeta dos macacos, além do Líder Supremo Snoke, nos últimos Star wars. Em sua versão de Mogli, ele dá vida ao urso Balu.

O cineasta falou sobre a filmagem com captação de movimentos. “No começo, é como qualquer outra, para incorporar o personagem”, diz, mas destaca que os equipamentos e procedimentos fazem com que haja detalhamento mais apurado sobre cada frame no momento da pós produção.

Serkis teve um time de peso à sua disposição. O elenco reúne Benedict Cumberbatch, Cate Blanchett, Christian Bale, Matthew Rhys, Naomie Harris, Freida Pinto e Jack Reynor, em papéis virtuais. O jovem Rohan Chand, hoje com 13 anos, interpreta Mogli. O diretor também lembrou que Mogli: Entre dois mundos “é um filme para a família, mas não para crianças pequenas, por ser mais intenso”.

 

Confira o trailer:

 

*O repórter viajou a convite da Netflix. 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA