'G. I. Joe: Retaliação' é inspirado em Falcon e nos Comandos em Ação

Estreia da semana é estrelada Bruce Willis e Dwayne Johnson

29/03/2013 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Paramount/divulgação
(foto: Paramount/divulgação)
Para quem não sabe, G.I. Joe significa Global Integrated Joint Operating Entity. A franquia de 'action figures' norte-americanas, produzida pela Hasbro, chegou ao Brasil com o nome de Falcon, nos anos 1960, e, mais tarde, passou a se chamar Comandos em Ação (produzida pela Estrela). G. I. Joe é também espécie de “nome código” da equipe de ataque mais ousada do mundo, que adivinhe, é norte-americana. O primeiro filme da franquia foi 'G.I. Joe – A origem de Cobra', de 2009. O longa que estreia este fim de semana, no Brasil, G. I. Joe: Retaliação tem como base, da mesma forma que o anterior, a popular coleção de bonecos.

Veja mais fotos do filme

 

Confira os horários das sessões

Agora, na telona, um acordo entre as grandes potências define a redução das ogivas nucleares no mundo todo, mas os Estados Unidos, comandados pela organização Cobra, desconsideram o acerto e dão início a um plano de proporções alarmantes. Enquanto isso, seguindo as ordens do presidente americano (Jonathan Pryce), o esquadrão de elite G.I. Joe é acusado de traição e, depois de ser atacado brutalmente, tem vários de seus integrantes mortos em combate. Os poucos que sobreviveram vão contar com a ajuda do criador dos G.I. Joe, Joe Colton (Bruce Willis), para, liderados por Roadblock (Dwayne Johnson), revidar o ataque em grande estilo.

 
O filme tem direção de Jon M. Chu (de 'Ela dança, eu danço' e do documentário 'Justin Bieber – Never say never'). No elenco, Dwayne ‘The Rock' Johnson, no papel do durão Roadblock, um dos sobreviventes ao ataque que tentou aniquilar a tropa. Liderando pequeno grupo de combatentes, é ele quem vai buscar ajuda com o G.I. Joe original, o hoje general Joe Colton. Juntos vão lutar contra o sucesso obtido pela organização Cobra, agora no comando político dos Estados Unidos. Os roteiristas são Rhett Reese e Paul Wernick, os mesmos de 'Zumbilândia'.


Pela primeira vez, Bruce Willis e Dwayne Johnson, dois grandes nomes do cinema de ação, estão juntos em cena. A parceria vem sendo apontada pela crítica como fundamental para que novos e antigos fãs dos bonequinhos lotem as salas de cinema. Por causa das duas figuras carismáticas, os realizadores apostam em retorno superior a US$ 185 milhões (orçamento do filme).

Saiba mais
BONECOS

Em 2009, a Hasbro (instalada no Brasil) importou alguns brinquedos da franquia para promover o filme em live action (lançado naquele ano). Agora, o fato se repete. No Brasil, desde o início da história, nos anos 1960, foram lançados 124 bonecos (o número exato depende do conceito que cada colecionador tem quanto ao que considera variação ou apenas ajuste de produção). Aqui, pelo fato de terem sido feitos muitos bonecos exclusivos (personalizados), eles se tornaram famosos internacionalmente, tanto que alguns têm valor alto no mercado. Mesmo não sendo o mais raro, o Cobra de Aço é um boneco incomum (difícil de ser encontrado em perfeitas condições) e, por sua aparência, tornou-se o boneco brasileiro mais famoso mundialmente. Outros bonecos brasileiros famosos são o Cobra Invasor, Cobra (Soldado Cobra), Marujo e Forasteiro.

Assista ao trailer do filme:


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA