Professora Suzana Reck ministra palestra sobre a relação da música popular e o cinema

Evento faz parte da programação do projeto Cinema em foco

20/03/2013 08:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

UFSCAR/DIVULGAÇÃO
Doutora pela Unicamp, a professora Suzana Reck aborda a força das canções no cinema (foto: UFSCAR/DIVULGAÇÃO )
A relação entre a música popular e o cinema será tema abordado pela professora Suzana Reck no projeto Cinema em foco desta quarta-feira, às 19h, no Museu de Arte Murilo Mendes, em Juiz de Fora. “Vendo canções: um recorte sobre o uso da música popular no cinema” é o título da palestra na qual Suzana expõe os diversos papéis assumidos pela música na sétima arte. Desde o uso meramente acessório até uma aplicação substancial, assumindo o papel de protagonista no jogo de cena, a presença da música na tela grande permite diversas abordagens por meio das muitas camadas de significado que condensa.

Explorando diferentes visões acerca do tema, a pesquisadora pretende demonstrar que, conquanto haja algum interesse mercadológico, existe um princípio estético próprio no uso desse cancioneiro popular. “O mais interessante é enxergar como as músicas que têm vida própria, e já pertencem ao imaginário da população, reagem dentro de outra forma artística autônoma, o cinema”, afirma Suzana.

Depois de breve introdução serão analisados três filmes: 'O invasor', de Beto Brant, 'Durval Discos', de Anna Muylaert, e 'Árido movie', de Lírio Ferreira. Suzana Reck é graduada em piano pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com mestrado e doutorado em cinema pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Além disso, é professora do Departamento de Artes e Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Cinema em foco


Palestra “Vendo canções: um recorte sobre o uso da música popular no cinema”, com Suzana Reck. Hoje, às 19h, no Museu de Arte Murilo Mendes, Rua Benjamim Constant, 790, Centro. Juiz de Fora. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA