Prazo para inscrições no Programa Filme em Minas vai até 18 de março

Iniciativa integra plataforma criada pelo Governo de Minas para estimular a produção cinematográfica no Estado

por Agência Minas 07/03/2013 15:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação / Filme em Minas
(foto: Divulgação / Filme em Minas)
Termina no dia 18 de março o prazo para inscrições de projetos no Edital 2013 do Filme em Minas, Programa de Estímulo ao Audiovisual mantido pela Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Superintendência de Ação Cultural, em parceria com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

O Filme Minas é um dos mais conceituados programas de incentivo à produção audiovisual do país e tem auxiliado a realização de dezenas de vídeos nos mais diferentes formatos, como filmes em longa, média e curta-metragem, documentários, videoarte, mídias digitais.

Pelo edital deste ano, válido para o biênio 2013/2014, serão repassados R$ 4,5 milhões a projetos selecionados em sete categorias: Produção de Longas-Metragens; Distribuição de Longas-Metragens; Finalização; Curtas e Médias Metragens; Formato Livre; Publicações, Preservação e Memória; e Incentivo Minas Film Comission ao Cinema Nacional.

Os interessados deverão apresentar os projetos de acordo com regras estipuladas no edital, disponível no site da Secretaria de Estado de Cultura. Uma comissão de especialistas reconhecidos na área será responsável pela definição dos projetos que serão contemplados com o patrocínio.

A secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, ressalta o importante papel que o Programa Filme em Minas tem desempenhado no desenvolvimento do setor audiovisual no Estado, seja por meio do estímulo à realização e circulação das produções audiovisuais mineiras, seja incentivando a realização de grandes produções em locações do Estado.

“Ao longo dos anos, Minas Gerais tem comprovado sua grande vocação para o cinema, vídeo-arte, as mídias digitais e outros formatos audiovisuais. O objetivo do Filme em Minas é estimular esta vocação, dando apoio para nossos cineastas e realizadores, além de divulgar Minas Gerais, por meio do incentivo à realização de produções em nosso Estado”, ressalta.

Mudanças

Após uma consulta pública realizada junto a cineastas, produtores e outros representantes do setor audiovisual, o Filme em Minas apresenta algumas mudanças no edital deste ano, em atendimento às demandas dos profissionais. Entre elas, está a possibilidade de negociação do prazo para a cessão dos direitos de exibição dos filmes na Rede Minas.

Também foi alterado o formato das cópias da obra a serem entregues à Secretaria de Estado de Cultura. Antes, eram solicitadas uma cópia em Betacam, uma em HD Cam e cópias em DVD. Neste edital, os produtores devem disponibilizar uma cópia em Blue-Ray e cópias em DVD. Além disso, a categoria “Publicação, Preservação e Memória” foi reestruturada, de modo a contemplar projetos em fase de pesquisa.

O setor audiovisual mineiro poderá indicar três membros para a Comissão de Seleção que irá analisar os projetos contemplados. Esta indicação poderá ser enviada via correio ou email para a Diretoria de Fomento à Produção Audiovisual até o dia 28 de fevereiro de 2013.

Sobre o Filme em Minas

Criado em 2004 para estimular a cadeia produtiva do audiovisual em Minas Gerais, o Filme em Minas já beneficiou 136 projetos desenvolvidos no Estado em cinema, vídeo, mídias digitais e outros formatos, totalizando um investimento de R$ 17 milhões nas últimas cinco edições.

Desde que foi criado, o programa se consolidou como um dos principais mecanismos de fomento à indústria do audiovisual do Estado, viabilizando a realização de produções premiadas, como O palhaço, de Selton Mello, que recebeu 12 prêmios e foi o representante brasileiro indicado a concorrer ao Oscar 2013; Girimunho, de Helvécio Marins e Clarissa Campolina, premiado nos festivais de Veneza (prêmio Interfilm Award), Nantes (Prêmio especial de júri e de melhor filme para o júri jovem), Havana (prêmio especial do júri), Mar Del Plata (prêmio do júri oficial latino-americano); O céu sob os ombros, de Sérgio Borges, vencedor de cinco prêmios no Festival de Brasília de 2010, incluindo melhor filme e direção; entre outros.

O Filme em Minas integra a Plataforma de Estímulo ao Audiovisual de Minas Gerais, iniciativa pioneira do Governo de Minas que reúne e articula as ações realizadas no âmbito da Secretaria de Estado de Cultura, voltadas ao estímulo e fortalecimento de todas as etapas da cadeia produtiva do audiovisual no Estado, desde a formação e capacitação de profissionais da área, passando pelo apoio à produção, até o estímulo à circulação e exibição das produções realizadas no Estado, nos mercados regional, nacional e internacional; além do apoio à realização de festivais.

Entre os programas integrados estão o Filme em Minas, o Programa de Estímulo ao Audiovisual, a Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o Fundo Estadual de Cultura, o Programa de Formação e Capacitação Artística da Superintendência de Ação Cultural, ações de estímulo aos Festivais de Cinema, o Programa Passaporte, a Rede Minas de Televisão e o Cine Humberto Mauro da Fundação Clóvis Salgado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA