Diretor brasileiro recebe prêmio do Festival de Sundance para desenvolver filme

Aly Muritiba, autor do curta 'A fábrica', contará com apoio de US$ 10 mil para seu primeiro longa

por Bossuet Alvim 23/01/2013 18:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Facebook/Reprodução
Cineasta baiano radicado no Paraná teve curta-metragem pré-selecionado pelo Oscar 2013 (foto: Facebook/Reprodução)
Um projeto brasileiro de longa-metragem foi premiado pelo Festival de Sundance, nos EUA, com incentivo de 10 mil dólares e assessoria disponibilizada pelos organizadores do festival. O baiano radicado em Curitiba Aly Muritiba poderá usar a quantia para desenvolver e executar seu filme 'O homem que matou a minha amada morta', que já havia sido premiado em 2012 pela Secretaria da Cultura do Paraná.

 

 

 

 

 

 

 

Diretor de 'A fábrica', curta aclamado pela crítica e pré-selecionado pelo Oscar 2013, Aly estreia no mundo dos longas com o projeto que agradou em Sundance. Além do brasileiro, outros três diretores — da Itália, Alemanha e Índia — foram selecionados para receber o incentivo. O festival prioriza as realizações em cinema independente. As filmagens de 'O homem que matou a minha amada morta', que também é o primeiro longa de Aly, devem acontecer em outubro.

Divulgação
O curta 'A fábrica', trabalho mais recente do diretor, será sucedido pelo projeto premiado (foto: Divulgação)
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA