Spielberg, Affleck e Bigelow são indicados a prêmio de diretores nos EUA

Sindicato de Diretores Americanos anunciou lista de candidatos na última terça-feira, 8. Premiação acontece em 2 de fevereiro

por AFP - Agence France-Presse 09/01/2013 16:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Lucas Jackson / REUTERS/Fred Prouser / REUTERS/Mario Anzuoni
(foto: REUTERS/Lucas Jackson / REUTERS/Fred Prouser / REUTERS/Mario Anzuoni )
Steven Spielberg por Lincoln, Ben Affleck pelo thriller Argo, e Kathryn Bigelow por seu relato sobre a caça a Osama Bin Laden A Hora Mais Escura estão entre os indicados na terça-feira, 8, aos Prêmios do Sindicato de Diretores Americanos (DGA, em inglês).

Também concorrerão a estas premiações Tom Hooper, por sua adaptação do musical Os Miseráveis, com Anne Hathaway e Hugh Jackman, e Ang Lee por seu longa em 3D A vida de Pi, sobre um indiano que naufraga junto com um tigre.

Os ganhadores dos prêmios DGA serão anunciados em 2 de fevereiro em Hollywood. Eles são considerados um grande indicador da tendência que o Oscar seguirá porque muitos de seus membros também fazem parte da Academia.

Spielberg, ganhador de três Oscar e de quatro prêmios do DGA -entre eles um por sua carreira-, é o grande favorito da temporada com sua biografia épica sobre o duelo político do presidente americano Abraham Lincoln para alterar a Constituição e abolir a escravidão.

Kathryn Bigelow foi a primeira mulher a ganhar um Oscar de melhor direção por seu filme sobre a guerra no Iraque Guerra ao terror (2008). A Hora Mais Escura, protagonizado por Jessica Chastain e também favorito ao Oscar, conta a investigação da CIA que levou à eliminação de Bin Laden.

O ator e cineasta Ben Affleck, ganhador do Oscar de melhor roteiro por Gênio Indomável (1997), seduziu a crítica este ano com Argo, que conta a história da participação de Hollywood no resgate de diplomatas americanos durante a Revolução Iraniana nos anos 70.

O taiwanês Ang Lee ganhou o Oscar por O segredo de Brokeback Mountain em 2005; enquanto o britânico Tom Hooper levou a estatueta dourada em 2010 por O discurso do rei. Todos os candidatos, à exceção Affleck, foram agraciados no passado com o DGA.

Nos últimos nove anos, ganhador do prêmio do DGA também ficou com o Oscar de melhor diretor. No ano passado, o francês Michel Hazanavicius recebeu o prêmio, com sua comédia muda em preto e branco O Artista.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA