Bloco Pena de Pavão de Krishna leva o afoxé e a MPB para as ruas de BH

O bloco arrasta mais de mil pessoas com os rostos pintados de azul pelas ruas e avenidas do Bairro Lagoinha, Região Noroeste da capital mineira

por Flávia Ayer , Daniel Camargos Renan Damasceno 15/02/2015 10:25
Daniel Camargos/EM/D.A.Press
Milhares de pessoas participam do bloco com rostos pintados de azul (foto: Daniel Camargos/EM/D.A.Press)

A alegria já toma conta do Bairro Lagoinha, na Região Noroeste de Belo Horizonte. O Pena Pavão de Krishna saiu da Praça 15 de Junho e já desfila pelas ruas e avenidas da capital mineira na manhã deste domingo. O bloco arrasta mais de mil pessoas com os rostos pintados de azul. Em clima de confraternização e tranquilidade, os foliões brincam ao som da bateria.

Veja mais imagens do bloco

Antes de deixar a Praça 15 de Junho, os integrantes do bloco reservaram um pequeno tempo para fazer uma meditação. Depois do momento de paz e concentração, o grupo saiu em passeata elevando o clima de alegria dos foliões que cantaram e se animaram com o trio elétrico e as batidas dos ritmistas

O grupo destaca por tocar afoxé, músicas de Caetano Veloso, e pelo tom esotérico e universal. Neste ano, os participantes têm uma novidade. Um boneco de Sir Krishna – criador do mundo da reglião hare krishna – é levado no desfile. Tiago Pindaíba, conhecido também por palhaço Pindaíba, é quem tem a função de levar a alegoria que pesa 37 quilos. Ela foi feita por alunos de uma oficina.

Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press)


A concentração começou logo às 8h. Várias pessoas começaram a se preparar para a folia. Muitos passaram tinta e pancake azul no rosto para homenagear Khishna. O clima de alegria e confraternização começou logo cedo. Enquanto era pintada de azul pela amiga, Laíssa Torres, de 29 anos, segurou o espelho para a outra. Ela é natural de Alagoas e está há quatro meses em BH. “É o bloco que achei mais interessante. Traz uma paz, não tem isso de só beber”, afirmou.

Enquanto se preparavam, os foliões puderam repor as energias perdidas no dia anterior com um café da manhã recheado de pães, frutas. Destaque para o arroz doce servido na folha de bananeira que atraiu muitas pessoas. Os mantras tradicionais da religião também foram cantados pela comunidade Hare Krishna.





Veja a programação do carnaval deste domingo


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL