UAI

Web defende Ludmilla após críticas de Ferrugem: "Sempre um branco"

Usuários foram às redes do pagodeiro acusá-lo de racismo e machismo

Web defende Ludmilla após critícas de Ferrugem Reprodução: Redes sociais/Montagem
Camile Brito - Especial para o Uai clock 19/03/2024 14:22
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news
Os fãs de Ludmilla se pronunciaram após Ferrugem criticar a música “Sintomas de Prazer”, da cantora. O pagodeiro se referiu a ela como “maconheira do pagode”. 

Leia Mais

Na web, usuários foram para as redes do cantor e o acusaram de racismo: “Sempre um branco querendo invalidar uma mulher preta e da periferia”, disse uma internauta. “Tá incomodado só trocar a rádio”, falou outra. “Reveja o seu machismo, olha o tanto de cara que fala coisa pior e nunca tem ninguém falando sobre. Mulheres podem cantar também sobre o que quiser”, escreveu uma terceira.
O posicionamento de Ferrugem surpreendeu, pois a dupla compartilhou fez duetos em músicas como “Paciência”. Após a repercussão, o cantor se pronunciou dizendo que estava brincando: “Falei isso [maconheira do pagode] porque estava levando as meninas pra escola e escutando pagode no rádio, aí tocou o som dela e elas perguntaram o que era [determinado palavrão]. Aí já viu, né?”, justificou. Ludmilla parou de seguir o colega e, até o momento, não se pronunciou.
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp