UAI

Médico mineiro que atacou bolsa de Davi já foi preso por assédio em 2011

Waines Rodrigues foi para Colônia Penal Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro

Médico mineiro que atacou bolsa de medicina de Davi já foi preso por assédio Reprodução/Instagram/Globo/Montagem
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 10/03/2024 09:07
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Waines Rodrigues, que atacou a bolsa de estudos que Davi Brito ganhou no BBB 24, após ser escolhido por Wanessa Camargo para participar da dinâmica de um dos patrocinadores do reality show da Globo, já foi preso por abusar de uma grávida de 7 meses. O caso foi registrado em outubro de 2011. 

Leia Mais

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), o crime aconteceu quando a moça foi realizar uma ultrassonografia numa clínica de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Quando os dois ficaram sozinhos no consultório, depois da secretária do médico deixar a sala, ele a assediou sexualmente. Essa seria a primeira visita da mulher com o profissional mineiro.

 

A vítima, que optou por permanecer anônima, relatou ao veículo MGTV, da TV Integração, que o suposto abuso teria ocorrido após um exame de ultrassonografia realizado em uma clínica no Centro da cidade mineira. Os abusos ocorreram enquanto estava nas dependências da clínica.

 

Na ocasião, testemunhas garantiram que ela estava bastante assustada e com o emocional bem abalado. No corpo de delito, foram encontrados hematomas. Na época, Waines negou o ocorrido, mas foi preso e levado para Colônia Penal Professor Jacy de Assis.

 

Vale destacar, que depois da repercussão negativa sobre a crítica a Davi, que foi apontada por internautas como racismo, Waine Rodrigues excluiu suas redes sociais, clica aqui!, para ver o vídeo, onde classificou a situação como "escatológica" e "um crime".

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp