UAI

Influencer é condenada por ofensas racistas a filha de Gagliasso e Ewbank

Na decisão, o juiz do caso classificou as ofensas como 'deliberada, cruel e covarde'

Influencer é condenada por ofensas racistas contra filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank Divulgação/Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 08/02/2024 08:01
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Titi Ewbank Gagliasso, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, foi vítima de ataques racista em 2017 e, após sete anos, receberá uma indenização. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) condenou Dayane Alcantara Couto de Andrade, mais conhecida como Day McCarthy a pagar mais de R$ 500 mil de indenização por danos morais.

Leia Mais

Na época, em uma rede social, a influencer chamou Titi, com quatro anos, de "macaca" e disse que a menina tinha "cabelo horrível, de bico de palha" e "nariz de preto".

 

De acordo com as informações do portal Notícias da TV, a sentença foi dada na última terça-feira (06/02), e nos documentos consta que o valor da sentença, assinada pelo juiz Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, da 32ª Vara Cível do Rio, é de R$ 180 mil. No entanto, o valor deve ser somado à quantia equivalente aos juros e correção monetária, ultrapassando meio milhão.

 

O magistrado apontou que as falas da influenciadora digital como "conteúdo racista e são inaceitáveis", apontando que são "absolutamente abomináveis". Ainda de acordo com ele, o caso ultrapassa o racismo estrutural e se traduz em uma ofensa "deliberada, cruel e covarde", destacando que ela fez questão de marcar a conta pessoal do pai da vítima na publicação. Ainda cabe recurso.

 

Vale destacar que a digital influencer foi julgada à revelia, ou seja, não se defendeu perante ao juiz. McCarthy mora no exterior e a Justiça tentou contato diversas vezes, mas não tiveram sucesso.

 

Após a condenação, Day McCarthy usou as redes sociais para comentar sobre o assunto, onde debochou da situação por meio de um rap para criticar quem a processou. "Estou condenada na esfera cível e não tenho nada a dizer, pois eu mandei até o juiz se f*der, pois eu não devo nada a vocês. Estou escrevendo uns raps maneiros para vocês, semana que vem eu vou gravar", ironizou.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp