UAI

BBB 24: Luigi revela o que espera do futuro após eliminação

O vendedor saiu do programa depois de conquistar um carro

Luigi do BBB 24 Luigi do BBB 24 (Reprodução / Globoplay) - Reprodução / Internet
Redação Observatório da TV clock 31/01/2024 20:20
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Os trejeitos e a espontaneidade de Luigi são frequentemente associados a personagens de filmes e contos de fadas; não à toa foi comparado a figuras fantásticas pelos colegas de confinamento. Mas no jogo da realidade, o carioca mostrou muito mais do que sua afeição ao universo mágico: exibiu sua habilidade na dança, foi monstro e anjo, se emocionou em momentos de conexão com a família e levou para casa um carro zero.

Leia Mais

Contudo, três semanas não foram suficientes para garantir a preferência do público: foi eliminado com 7,29% dos votos para ficar no paredão desta terça-feira, dia 30. 'A galera realmente quer um posicionamento, quer aquele cara que joga, que sabe dançar, que consegue entrar em conflitos e sair. E conflito é uma parada que eu evito muito na minha vida aqui fora, mesmo sabendo que eles vão chegar até mim alguma hora. Lá estava todo mundo à flor da pele, as coisas estavam acontecendo muito rápido, e eu percebi que eu não estava entrando naquela jogatina toda', responde, avaliando o motivo de sua saída. 

Na entrevista a seguir, Luigi comenta os momentos que marcaram sua trajetória no 'Big Brother Brasil', avalia o jogo de Davi e Isabelle e monta seu pódio ideal para a final da temporada. O agora ex-participante do BBB também releva sua reação aos memes que proporcionou ao público em sua passagem pelo reality.

Se pudesse definir a sua participação no 'BBB 24' em uma palavra, qual seria? Por quê? 

Curta. Achei que foi pouco tempo, eu esperava ficar mais na casa. Havia mais pessoas em evidência, estavam rolando muitas coisas que eu não sabia. Então, eu achei que o meu momento lá dentro foi curto.

Quais foram os momentos mais especiais dessa experiência? 

Eu ganhando o carro no último dia. Também gostei muito de ganhar o Anjo, porque foi a hora em que eu vi que não estava sozinho, justamente por ter recebido o recado da minha família.

Qual era sua estratégia para chegar ao primeiro
lugar do BBB? 

Para falar a verdade, eu não tinha uma estratégia, eu só estava vivendo a situação, tentando analisar tudo. Eu estava, pelo menos, tentando evitar entrar em confusão. Antes de entrar, eu cheguei a pensar em analisar a galera para saber onde e como eu iria 'pisar', como e com quem iria falar... Mas depois foi tudo muito rápido.

Já entendeu o porquê da sua eliminação neste paredão? 

Sim, completamente. Como eu disse no 'Bate-papo BBB', a galera realmente quer um posicionamento, quer aquele cara que joga, que sabe dançar, que consegue entrar em conflitos e sair. E conflito é uma parada que eu evito muito na minha vida aqui fora, mesmo sabendo que eles vão chegar até mim alguma hora. Lá estava todo mundo à flor da pele, as coisas estavam acontecendo muito rápido, e eu percebi que eu não estava entrando naquela jogatina toda. Acho que foi por isso que saí.

Seu jeito expressivo de se comunicar rendeu
muitos memes fora da casa. Você imaginava que pudesse viralizar por essa razão?

Não, eu nem sonhava com isso. Eu achava que as pessoas estariam me chamando de 'maluco' para pior. [Essa minha característica] já era observada pelas pessoas aqui fora, mas não de uma forma muito positiva. [Quando saí do BBB], foi uma surpresa muito grande.

Você foi anjo e monstro no BBB. Qual das duas experiências foi mais marcante e por quê? 

O monstro, pelo cansaço de estar ali. E eu fui o primeiro monstro do 'BBB 24', então marcou muito exatamente por isso. 

O fato de estar no monstro impactou o seu jogo naquele momento?

Sim, porque o meu nome estava rolando pelas bocas da casa como opção de voto. E quando o Alegrete [Matteus] me colocou no monstro, a galera desfocou de mim, aí começaram outras confusões. Desfocando de mim, eu consegui ficar tranquilão ali. De certa forma, também teve uma parte positiva. Até pelo almoço, para o qual eu fui convidado, e foi churrasco.

Você se emocionou bastante ao receber o recado da sua família no almoço do anjo. Foi difícil ficar longe deles lá dentro? Do que sentiu mais falta no confinamento?

Foi a pior sensação da vida ficar distante da minha mulher, do meu filho, do meu pai e da minha mãe. Eu senti muita falta do meu filho e da minha esposa. Eu estava sentindo falta das broncas, porque eu não sou um cara muito organizado, mas eu tentei ser lá dentro, até porque estava treinando a minha mente aqui para fora, já que eu não sabia como seria. 

Você e outros participantes apontaram que o
Davi seria manipulador e que a Isabelle estaria 'passando pano' para ele.
Agora, fora da casa, a sua visão em relação aos dois permanece a mesma?

Pelo pouco que eu já escutei, ele está fazendo uma jogada dele. Eu tenho que ver [aqui fora] como está sendo o comportamento geral dele. Escutei algumas falas que depois me mostraram no VT e ele não estava falando exatamente como chegou aos meus ouvidos. E outras falas que ele disse 'não me recordo' estão se encaixando um pouco. O jogo dele é meio malicioso, não vou mentir. O cara está sabendo jogar. Sobre a Isabelle, tem certos momentos em que realmente parece que ela está passando pano em algumas atitudes dele. Mas ela também me explicou o motivo pelo qual acabou fechando com ele. Diz ela que o Davi lembra o irmão dela, e esse tipo de coisa acaba trazendo um certo aconchego para ela, que está muito longe de casa.

Você também chegou a comentar que, se o Davi
estivesse certo, você queria estar mais errado do que nunca. E que as pessoas
estavam enxergando que ele estava apenas jogando, não o que realmente estava
acontecendo na casa. Na sua visão, o que realmente estava acontecendo? 

Na minha visão, de dentro da casa, eu acho que era a manipulação que ele estava fazendo. Querendo ou não, ele tentou combinar o Anjo. A Isabelle estava 'pulando na bala' por ele. Eu estava prestando muita atenção nesse jogo. Mas aqui fora, pelos fatos que eu estou escutando, vou ter que analisar muito algumas falas minhas também.

Que aprendizados você leva do reality

Nem todo mundo é o que é ou o que fala que é. Quando eu saí, soube de fatos que me surpreenderam um pouco.

E quais são os amigos que quer manter em sua vida? 

O Bin; o Vinicius, mesmo sendo cabeça dura, é um cara que aprende rápido, eu tenho fé nisso. A Isabelle é uma amizade que eu quero muito manter. O Lucas [Henrique] também é uma pessoa com a qual eu realmente gostaria de ter uma amizade. Gostei muito da Raquele e do Michel também.

Qual é o pódio ideal desta edição, em sua
opinião? 

Agora que eu saí, pensando em algumas conversas que tive, eu colocaria o Lucas primeiro. O segundo lugar, eu daria para a Isabelle. São duas pessoas que vêm lutando por uma causa muito única relacionada à cultura e à educação. E o terceiro eu daria para o Michel, porque gostei bastante do trabalho dele como professor. Na minha formação como homem, os professores do Ensino Médio foram muito cruciais. Talvez eu tivesse ido por um caminho completamente errado, mas eu tive professores e amigos que insistiram ali e me ajudaram bastante.

Agora que saiu do BBB, já pensou no que deseja fazer profissionalmente? Algo relacionado a dança? 

Eu quero continuar dançando profissionalmente. Gostaria de ser chamado para atuar em alguns papéis, ainda mais se for em programas infantis. É tudo muito rápido; eu saí e já está o maior alvoroço. Eu não sabia que daria tanta repercussão. Mas, se for algo relacionado a arte, eu estou dentro.

O 'BBB 24' tem apresentação de Tadeu Schmidt, produção de Mariana Mónaco, direção artística de Rodrigo Dourado e direção de gênero de Boninho. O programa vai ao ar de segunda a sábado após 'Renascer', e domingos, após o 'Fantástico'. 

Este post BBB 24: Luigi revela o que espera do futuro após eliminação foi publicado primeiro no Observatório da TV.
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp