UAI

Luiz Fernando Guimarães revela que quase perdeu tudo por conta de vício: 'Já perdi quatro carros'

Ex-ator da TV Globo também falou sobre a sua amizade de longa data com Fernanda Montenegro

O ator Luiz Fernando Guimarães Divulgação/TV Globo
Redação - Observatório da TV clock 23/11/2022 20:21
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

O ator Luiz Fernando Guimarães, de 72 anos, abriu o jogo sobre o seu vício em bebidas alcoólicas e admitiu que quase já perdeu tudo o que conquistou enquanto era contratado da TV Globo. Durante entrevista para o jornal O Globo, a estrela da série Os Normais confessou que perdeu quatro carros durante a sua fase mais difícil.

'Bebia para me sentir extrovertido. Foi o meu atual terapeuta que me ajudou a sair do poço. A gente sempre precisa de um reforço, de um Corpo de Bombeiros, de uma ambulância emocional. Quando a gente está no fundo do problema, não vê nada, porque é muita parede. Fica procurando salvação, mas não tem um caminho', contou o artista.

Luiz Fernando Guimarães também relembrou que quando aprendeu a dirigir, atravessou Ipanema em um temporal para encontrar um amigo. 'Foi uma tragédia, o Rio estava afundado. E eu seguindo com os carros flutuando ao meu lado. Fiquei resistindo em primeira e segunda, porque não sabia nem colocar a terceira. Quando cheguei na lanchonete, falei para o meu amigo: 'Aprendi a dirigir'. Sempre fui assim, sempre gostei de testar os meus medos. Desde pequeno, procurava o escuro', disse.

Por fim, o veterano falou sobre a sua amizade com a grande dama da televisão brasileira Fernanda Montenegro, no qual cultiva uma grande admiração. 'Fernandona é tão divertida, nas redes sociais ela fala ao mesmo tempo que pensa. Às vezes, eu mesmo não acredito que é ela falando ali. Eu mostro para os meus amigos: 'Não pode ser!'. Ela me diz: 'Aqui é Fernanda mesmo... a Mãe', brincou Luiz Fernando Guimarães.

Este post Luiz Fernando Guimarães revela que quase perdeu tudo por conta de vício: 'Já perdi quatro carros' foi publicado primeiro no Observatório da TV.
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp