UAI

Dulce Maria confirma erros em auditoria e pausa em planos de turnê

Cantora confirmou que foram encontradas irregularidades nos pagamentos de Soy Rebelde Tour

Dulce Maria confirma erros em auditoria e pausa em planos de continuar turnê Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 16/05/2024 23:57
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Desde que os problemas com Guillermo Rosas foram a público, o RBD vive um momento difícil. Afinal, o fenômeno mexicano, atualmente, instaurou uma auditoria nos Estados Unidos para investigar o ex-empresário. Dulce Maria confessou que o grupo tinha planos de continuar turnê Soy Rebelde antes da polêmica.

Leia Mais

cantora participou do Glamour México e contou que pretendiam continuar com as apresentações. "Tínhamos muitos planos de continuar com a turnê e, neste momento, infelizmente, estamos em um momento difícil", desabafou.

 

A artista disse que aceitou voltar ao grupo por conta de todo amor e dedicação que os fãs deram por anos e lamentou o momento que estão vivendo. "É muito difícil, muito decepcionante e muito doloroso tudo pelo que estamos passando e não poder sair e contar a eles tudo o que gostaríamos de falar porque é algo, é algo delicado", admitiu.

 

Dulce ainda revelou que já foi identificado irregularidades nos bastidores da turnê. "Estamos passando por auditorias e elas já saíram. Desde a primeira auditoria já saíram irregularidades, mas não podemos dizer. Não me cabe agora dar muitas informações", disse.

"É algo que independe de nós, mas acho que faz parte do crescimento, de se tornar responsável, de dar ou não o exemplo. Mas, sempre dizemos coisas boas aos nossos fãs sobre o que temos que fazer e não apenas coisas fantasiosas. À medida que crescemos, os problemas mudam, as coisas mudam e acho que isso também é importante".

Dulce Maria

Vale destacar, que os integrantes se afastaram de Guillermo após desvio de dinheiro. O até então empresário teria desviado cerca de 50 mil dólares do projeto da NFT e não teria apresentado informes do montante da quantia.

 

Após a situação vir à tona, Anahí, Dulce María, Maite Perroni, Christopher Uckermann e Christian Chávez teriam aberto sua própria empresa, como banda, e repassado os contratos da turnê com a Live Nation.

 

Confira, abaixo, um trecho da entrevista:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp