UAI

Giovanna Ewbank diz que traição de Bruno Gagliasso foi aprendizado

Atriz e apresentadora comentou decisão de manter o casamento com ator durante uma conversa com Dani Calabresa, no Quem Pode, Pod

Giovanna Ewbank diz que traição de Bruno Gagliasso foi aprendizado Reprodução/Instagram/Montagem/André Nicolau
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 24/05/2023 10:20
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Giovanna Ewbank abriu o coração e falou sobre ter perdoado a traição do marido, Bruno Gagliasso, durante a gravação de seu podcast, Quem Pode, Pod, nesta terça-feira (23/05). Na ocasião, a atriz e apresentadora recebeu Dani Calabresa para um bate-papo e as duas refletiram a respeito da possibilidade de perdoar a infidelidade dos parceiros.

Leia Mais

Durante a conversa, a humorista, que foi traída pelo ex-marido, Marcelo Adnet, elogiou a atitude de Giovanna sobre a traição sofrida no começo de seu relacionamento, em 2012. "Eu achei lindo você perdoar, achei maduro. Você me inspirou em fazer uma coisa que eu não sei se eu faria", destacou.

 

Ewbank, por sua vez, explicou que na época do episódio, ela e Bruno estavam juntos há três anos, e ela se permitiu "experimentar tentar [perdoar]". Entretanto, a influenciadora digital ponderou que sentiu raiva do amado e chegou a desejar "que o avião caísse com ele dentro".

 

"É natural a gente passar por processos num relacionamento, errar para aprender, para acertar. Todos esses processos são aprendizados para que a gente seja o que a gente é", afirmou. "No início eu queria que o avião caísse com ele dentro, não estava nem aí", acrescentou ela, entrentanto, após algum tempo se permitiu reorganizar os sentimentos e decidiu como agir com tranquilidade.

 

Por fim, Giovanna Ewbank reforçou que, caso não tivesse passado por essa experiência, talvez não conseguisse ter o relacionamento sólido que possui hoje com o ator e eles não teriam construído uma família. "Tudo é um processo", concluiu a mãe de Titi, Bless e Zyan.

 

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp