UAI

Sexo, Mentiras e Escândalo: Netflix lança série sobre site que destruiu casamentos

Sexo, Mentiras e Escândalos gira em torno do site de traição Ashley Madison, que foi hackeado

Ashley Madison: Sexo, Mentiras e Escândalo é a nova série documental da Netflix. A obra relembra os eventos em torno do hack devastador do site de traição em 2015 e as consequências subsequentes quando os dados privados de milhões de clientes supostamente seguros se tornaram públicos.

Leia Mais

Estreando na plataforma de streaming na terça-feira (14), o documentário apresenta entrevistas com diversas pessoas conectadas ao site original Ashley Madison, que se vendia com a promessa de 'segredo e discrição'.

O site Ashley Madison nunca escondeu ser um ponto de encontro para casos extraconjugais desde seu lançamento em 2001, com sua página inicial dizendo: 'A vida é curta. Tenha um caso.'

De acordo com a docussérie, o nome do site Ashley Madison foi derivado de dois nomes femininos populares - Ashley e Madison - na época da criação da plataforma.

Ashley Madison: Sexo, Mentiras e Escândalo está na Netflix foto:
Redação - Observatório do Cinema clock 15/05/2024 17:00
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Série traz depoimentos do Ashley Madison

A série de três episódios traz entrevistas com ex-funcionários do Ashley Madison e casais cujos casamentos foram destruídos quando, segundo a Wired, hackers divulgaram os dados pessoais dos usuários do Ashley Madison em agosto de 2015.

Segundo a docussérie, os hackers invadiram o site e ameaçaram expor os dados, incluindo nomes, endereços e fotos de seus usuários, a menos que o Ashley Madison fosse fechado. Quando o site não cedeu, os hackers começaram a liberar os dados.

No momento do hack, revela o documentário, o Ashley Madison tinha 37 milhões de usuários online.

Ashley Madison: Sexo, Mentiras e Escândalo também apresenta entrevistas arquivadas com o então CEO do Ashley Madison, Noel Biderman. O empreendedor tecnológico canadense deixou seu cargo na empresa-mãe do site, Avid Life Media, em agosto de 2015, após o hack catastrófico e a divulgação das informações pessoais dos clientes.

Entre os ex-executivos do Ashley Madison entrevistados está Evan Back, que era o principal representante de vendas da empresa. Comentando sobre a grande violação de dados em Ashley Madison: Sexo, Mentiras e Escândalo, Back diz: 'A promessa de segurança e anonimato era apenas algo que fazíamos. Não era algo que realmente fazíamos.'

Apesar do hack e da exposição dos dados dos clientes, o Ashley Madison ainda opera como um site de encontros para casos extraconjugais até hoje. O site ainda mantém o slogan registrado, 'A vida é curta. Tenha um caso.'

Ashley Madison: Sexo, Mentiras e Escândalo está disponível na Netflix.

O post Sexo, Mentiras e Escândalo: Netflix lança série sobre site que destruiu casamentos apareceu primeiro em Observatório do Cinema.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp