UAI

Emissora não queria Gillian Anderson em Arquivo X: 'Cadê o sex appeal?'

Criador da série revela reservas da emissora em relação à atriz

O criador de Arquivo X, Chris Carter, falou abertamente sobre os primeiros dias da série seminal de ficção científica e opinou sobre os desafios que Ryan Coogler terá pela frente ao preparar seu reboot.

Leia Mais

'Não importa o que aconteça, ele tem um trabalho difícil', disse Carter à Inverse em uma entrevista recente. 'O elenco é um trabalho difícil. Montar é um trabalho difícil. Todos os problemas com os quais lidei serão problemas dele.'

Um dos problemas que Carter relembrou sobre a série original, que foi ao ar pela primeira vez em 1993, foi a escalação de Gillian Anderson como a agente especial do FBI, Dana Scully.

'Eu queria levá-la diante do estúdio e da emissora', disse Carter à Inverse. No entanto, a emissora queria um tipo bombástico. 'Cadê o sex appeal?', Carter lembra que os executivos perguntaram. 'Apesar de Gillian ser linda, ela não era a ideia que eles tinham de sexy. Primeiro, porque eles não entendiam o que eu estava tentando fazer com o programa. E ela era uma desconhecida, então isso nunca ajuda.'

David Duchovny, que viria a interpretar o agente especial do FBI Fox Mulder, também era relativamente desconhecido, mas Carter lutou muito por ambos.

Sobre a próxima reinicialização, que está sendo desenvolvida por Coogler, cineasta de Pantera Negra e Creed, Carter disse: 'Estou ansioso para ver o que outra pessoa fará com ela'.

O post Emissora não queria Gillian Anderson em Arquivo X: 'Cadê o sex appeal?' apareceu primeiro em Observatório do Cinema.

Redação - Observatório do Cinema clock 02/04/2024 09:57
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp