UAI

Avatar: O Último Mestre do Ar da Netflix será mais sombria que série original

Série em live-action da Netflix muda arco do personagem

Avatar: O Último Mestre do Ar foto:
Redação - Observatório do Cinema clock 31/01/2024 09:49
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Avatar: O Último Mestre do Ar, que chega ainda neste mês à Netflix, será mais sombria que a série original.

Leia Mais

O produtor executivo e showrunner Albert Kim observou que, embora a série apresente alguns momentos mais sombrios não vistos no original, ela se alinhará com o que foi visto nas temporadas posteriores do original: 'Para os fãs da segunda e terceira temporadas, acho que tudo está alinhado com o que eles viram lá'.

Em entrevista à Entertainment Weekly, Kim explicou por que Avatar: O Último Mestre do Ar mostrará o ataque da Nação do Fogo ao Templo do Ar do Sul, que só foi mencionado no original: 'É um desenho animado, destinado a crianças', começou Kim. 'Mas senti que era importante vermos o evento que cria a história de Avatar. A famosa frase é: 'Tudo mudou quando a Nação do Fogo atacou'. Eu queria ver isso.'

É algo que Jabbar Raisani, produtor executivo e supervisor de efeitos visuais, também observou sobre essa nova sequência.

'Só queríamos ter certeza de que o público não pensasse que estava assistindo a um programa infantil. Queremos garantir que nosso programa seja para todas as idades', explicou Raisani. Mas isso está de acordo com o tom mais sombrio visto nas temporadas posteriores, como afirma Kim, mas parece que isso será mostrado muito antes na história do que no original.

Isso também é algo que o intérprete do Senhor do Fogo Ozai, Daniel Dae Kim, também observou: 'As crianças que assistiram à versão animada de Avatar agora são adultas e, portanto, estão prontas para algo mais adulto'.

Mais sobre Avatar: O Último Mestre do Ar

'Água. Terra. Fogo. Ar. As quatro nações já viveram em harmonia, com o Avatar, mestre de todos os quatro elementos, mantendo a paz entre elas. Mas tudo mudou quando a Nação do Fogo atacou e exterminou os Nômades do Ar, o primeiro passo dado pelos dominadores do fogo para conquistar o mundo. Com a encarnação atual do Avatar ainda não tendo surgido, o mundo perdeu a esperança', começa a sinopse oficial.

'Mas, como uma luz na escuridão, a esperança surge quando Aang, um jovem Nômade do Ar - e o último de seu clã - desperta para assumir seu lugar de direito como o próximo Avatar. Ao lado de seus novos amigos Sokka e Katara, irmãos e membros da Tribo da Água do Sul, Aang embarca em uma jornada fantástica e cheia de ação para salvar o mundo e lutar contra o temível ataque do Senhor do Fogo Ozai. Mas com um príncipe herdeiro Zuko determinado a capturá-los, não será uma tarefa fácil. Eles precisarão da ajuda de muitos aliados que encontrarão pelo caminho.'

Gordon Cormier estrela como Aang, o destemido e descontraído garoto de 12 anos que é o guardião do equilíbrio e da paz do mundo.

Ele terá a companhia de Kiawentiio como a dominadora de água Katara; Ian Ousley como o irmão de Katara, Sokka; Dallas Liu como o príncipe da Nação do Fogo, Zuko; Daniel Dae Kim como o Senhor do Fogo Ozai; Paul Sun-Hyung Lee como o Tio Iroh; Elizabeth Yu como Azula; e Ken Leung como o Comandante Zhao.

Eles são acompanhados por Amber Midthunder como a Princesa Yue, Arden Cho como June, Danny Pudi como o Maquinista e muitos outros.

Albert Kim serve o showrunner e produtor executivo da nova série.

A versão live-action de O Último Mestre do Ar será lançada em 22 de fevereiro de 2024 na Netflix. A primeira temporada é composta por oito episódios.

O post Avatar: O Último Mestre do Ar da Netflix será mais sombria que série original apareceu primeiro em Observatório do Cinema.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp