Cláudia Abreu estreia como roteirista, produtora e atriz de série infantil

'Valentins - Uma Família Muuuito Esperta', estreia nesta segunda, 12, no Gloob; atriz fala da importância de investir na qualificação de produtos voltados ao público infantil

por Ana Clara Brant 12/06/2017 08:30

Juliana Marinho/Divulgação
Cláudia Abreu e Guilherme Weber são os pais dos Valentins e desaparecem misteriosamente após uma discussão com um amigo. (foto: Juliana Marinho/Divulgação)

Da revolucionária Heloísa, de Anos rebeldes, à espalhafatosa cantora Chayene, de Cheias de charme; da doce princesa Juliette, de Que rei sou eu?, à ''cachorrona'' Laura, de Celebridade. Ou ainda da forte Luíza, de Guerra de Canudos, à batalhadora Clara, de Barriga de aluguel, Cláudia Abreu, de 45 anos, encarnou os mais variados personagens, ao longo de quase 30 anos de carreira. No entanto, não teve muitas experiências no universo infantil. ''Fiz muita coisa quando comecei, aquelas peças para crianças, além do Pluft, o fantasminha, da Maria Clara Machado, que montei em 2003, quando a Maria, minha filha, tinha 2 anos – hoje ela tem 16 e refiz, 10 anos depois, para os outros três, Felipa (10), José (6) e Pedro Henrique (5)'', conta.


Desde 2013, Cláudia está envolvida em um projeto para a garotada que a fez experimentar outras nuances das produções para o público infantil. Além de atuar, ela é coautora e coprodutora da série Valentins - Uma família muuuito esperta, que estreia nesta segunda, 12, e celebra os cinco anos do Canal Gloob, na TV por assinatura.


Um sumiço misterioso, quatro irmãos sozinhos numa casa cheia de invenções malucas e um antigo amigo da família que pode, na verdade, ser um grande vilão. Esse é o mote da produção criada pela atriz e pela escritora e roteirista Flávia Lins e Silva, idealizadora do sucesso Detetives do prédio azul (D.P.A), também exibido no canal. ''Há pelo menos 16 anos estou imersa nesse meio, já que minha filha mais velha tem essa idade. A convivência com meus filhos, a observação do que eles gostam, seus medos, me inspirou a criar esse seriado. Desde então, sempre assisti a muita coisa ligada à criançada – peças, filmes, séries – e isso me muniu. E sempre achei que ainda se consome muita coisa estrangeira por aqui, apesar de termos muita coisa de qualidade'', afirma a atriz que, no segundo semestre, estreia em São Paulo a peça Insana, uma parceria entre os dramaturgos Jô Bilac e Júlia Spadaccini, com direção de Bia Lessa.

 

Na trama infantil, Cláudia Abreu vive a matriarca da família Valentim, uma alquimista culinária que é casada com Artur (Guilherme Weber), renomado químico e inventor. O casal tem quatro filhos: Betina (Rebecca Solter), João (Arthur Codeceira), Lila (Duda Wendling) e Theo (Otávio Martins). No dia em que o casal vai viajar para um congresso científico, a prole acorda animada para conhecer a Máquina de Conselhos, um dos novos inventos do pai. No entanto, momentos antes da partida, a família recebe a visita do amigo Randolfo (Luis Lobianco), que, após uma discussão, faz os pais dos Valentins desaparecerem misteriosamente. A partir daí, os quatro irmãos precisam aprender a se virar sozinhos, enquanto tentam entender o que houve.


Embora seja mãe de quatro crianças, a atriz diz que não se inspirou na própria família para escrever a história. ''Não fazia sentido eu falar deles. Foi um cuidado que tive. Tanto que as crianças da série têm idades e personalidades bem diferentes dos meus filhos. É uma homenagem à minha família'', afirma.

 

Ela divide a produção da série com o marido, o cineasta José Henrique Fonseca, de quem é sócia na Zola Filmes. Ele também é o diretor-geral de Valentins, que já tem uma segunda temporada confirmada. É a segunda vez que Cláudia é dirigida por José Henrique – a primeira foi em 2003, no longa O homem do ano. ''É uma parceria. Acho muito mais prazeroso do que complicado trabalhar com o Zé. Os pontos divergentes a gente discute antes. Então, quando chega na hora, já está tudo decidido'', explica.

“ERÊ”

Cláudia Abreu nasceu em 12 de outubro, Dia das Crianças, e brinca que mais erê (ser espiritual infantil e que em iorubá significa brincar) do que ela, impossível. Ela gostou tanto de enveredar por esse caminho que está desenvolvendo o Zola Kids, canal no YouTube que deverá ter entre suas atrações a série de animação Mico Maneco, inspirada no personagem criado pela escritora Ana Maria Machado. ''Muitas vezes, quando você tem uma carreira mais consolidada, não é comum voltar ao universo infantil, onde muita gente começa. Achei bacana vivenciar isso e ainda contar com vários amigos e colegas no elenco, como Guida Vianna, Malu Valle, Luis Lobianco, além das participações de Drica Moraes, Luís Miranda e Chay Suede. Esse universo precisa ser mais valorizado. Faz parte da formação do ser humano. Não é só entreter. É errado achar que algo para o público infantil é menor. Muito pelo contrário. Tenho uma profunda admiração e agradecimento a quem sempre fez coisas para crianças, como Monteiro Lobato, Maria Clara Machado, Ruth Rocha, Ana Maria Machado e tantos outros'', diz.


Cláudia Abreu se fascinou com o seu lado de escritora e é só elogios para a amiga Flávia Lins e Silva, que já tem longa carreira como roteirista. A atriz diz que a única experiência que tinha tido com as palavras foi durante faculdade (ela é formada em Filosofia) e que agora pretende seguir escrevendo. ''Foi encantador, e a Flávia me ajudou muito. Ela foi supergenerosa e me estimulou a me desenvolver como autora. Sem contar que é uma responsabilidade escrever para a garotada. Tenho vontade de continuar escrevendo não só para crianças, mas de escrever independentemente de ser publicado. A janela da escrita foi algo maravilhoso que se abriu na minha vida.''

 

MARATONA
Para o lançamento da série, o Gloob preparou diversão em dobro e vai exibir os dois primeiros episódios em sequência, a partir das 20h30. Durante todo o mês de junho, será exibida, também, a Maratona Valentins, para quem quiser rever os episódios da semana. A faixa especial irá ao ar aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 15h.

 

Valentins - Uma Família Muuuito Esperta
Estreia nesta segunda (12), às 20h30. Exibido de segunda a sexta, no Gloob. Classificação: Livre. 
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV