Convidados de Danilo Gentili 'enchem a cara' para contar 'A História bêbada' do Brasil

Parceria do Comedy Central com o SBT traz versões bem-humoradas sobre fatos que marcaram a trajetória do Brasil. Danilo Gentili vai apresentar a atração

por Estado de Minas 09/04/2017 06:00

Fotos: Comedy Central/divulgação
Fotos: Comedy Central/divulgação (foto: Fotos: Comedy Central/divulgação)
A saga do Brasil contada por meio da informalidade de uma mesa de bar. Essa é a proposta de A história bêbada, programa humorístico que estreia amanhã, às 23h, no canal pago Comedy Central, sob o comando de Danilo Gentili.

A cada episódio, um convidado narra, a seu modo, três períodos da história brasileira – da Independência às sagas de Lampião, Chica da Silva e Oswald de Andrade. Detalhe: o convidado “enche a cara” enquanto ministra sua aula – politicamente incorreta – sobre a trajetória de nosso país.

Além de apresentar, Gentili assina a coordenação artística do programa, com direção-geral de Amílcar Oliveira. O humorista participou de todas as etapas da produção. “No início, uma de minhas preocupações foi a lista de atores convidados para narrar as histórias”, afirma. “Joguei a primeira lista fora. Havia o risco de alguns deles interpretarem bêbados e não se embebedarem de verdade. Fiz questão de convidar pessoas que sei que não têm medo de se expor. Ficar bêbado é se expor”, explica Gentili.

Produzida pela Mixer Films, a atração marca a parceria inédita entre o Comedy Central e o SBT, onde Gentili apresenta The noite. Em breve, o talk show exibirá cenas de A história bêbada. A série é uma adaptação do programa americano Drunk history, que já ganhou versões no México e na Inglaterra.

SEGURANÇA
Gentili orientou os convidados a não levar piadas prontas para a gravação, pois a espontaneidade e o descontrole são fundamentais. “Atores e comediantes trabalham em zonas de segurança, com texto e ensaios prévios. Em nosso caso, os narradores devem ser pessoas que não têm medo de perder o controle. Cada um reage à sua maneira ao álcool: tem o bêbado que dorme, o bêbado chorão... Tive de escolher gente que, mesmo bêbada, continua criativa e animada”, explica.

Para o apresentador, a versão brasileira é mais verdadeira do que aquelas produzidas no exterior. “Aqui, os locutores estão verdadeiramente entregues ao álcool”, resume. Gentili, no entanto, garante que as dramatizações, baseadas nas loucuras da cabeça dos bebuns, foram feitas com profissionalismo. Cenários e figurinos estão impecáveis, o que contribui para o caráter cômico da produção, observa.

Comediantes participam do episódio de estreia. Patrick Maia narra o descobrimento do Brasil, Rominho Braga aborda a amizade “nada colorida” entre Santos Dumont e a princesa Isabel, e Igor Guimarães relembra a trajetória de Chalaça, o melhor amigo de dom Pedro I.

A temporada terá oito episódios. Léo Lins, Murilo Couto e Juliana Oliveira, integrantes da equipe do The noite, participam como “locutores bêbados”. Danilo Gentili também estará lá, abordando o caso entre dom Pedro I e a marquesa de Santos. Trata-se do primeiro ‘nude’ do Brasil, brinca.

Entre os convidados da atração estão o humorista Diogo Portugal, o estilista Alexandre Herchcovitch, o cantor Falcão, o apresentador Leão Lobo e a atriz Rita Cadillac, a chacrete mais famosa do Brasil.


A HISTÓRIA BÊBADA
Com Danilo Gentili e convidados. Estreia amanhã, às 23h, no Comedy Central

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV