O fino do samba-rock: Movimento Balanço volta a ser realizado em BH

Com os DJs Fausto e Alex C., projeto será realizado no Barracão do (Unidos do Samba) Queixinho, no Carlos Prates

por Redação EM Cultura 18/11/2016 10:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

André Fossati/Divulgação
Há 15 anos, Movimento Balanço apresentava o samba-rock para o público mineiro. (foto: André Fossati/Divulgação)

Início dos anos 2000. O Brasil redescobre o samba-rock. Grosso modo, o estilo, surgido entre as décadas de 1950 e 1960, em São Paulo, fundia os movimentos do rock com os passos do samba de gafieira. Os responsáveis por sua divulgação foram os DJs. Com sua popularização, vieram as equipes de som. O estilo cresceu e agregou outros gêneros e nomes.
Pois em Belo Horizonte, o Movimento Balanço (MB), há pelo menos 15 anos, apresentava ao público jovem nomes históricos do estilo, como Noriel Vilela e Erlon Chaves, além do mineiríssimo Marku Ribas (1947-2013). As noites eram regadas também a Jorge Ben, Tim Maia, Roberto Carlos. Valia tudo de black music: música boa e com balanço.

 

O projeto rodou vários lugares da cidade e volta agora, depois de tantos anos, em novo espaço. A partir deste sábado, 19, o Movimento Balanço passa a ser realizado semanalmente no Barracão do (Unidos do Samba) Queixinho, no Carlos Prates. O espaço, que comporta até 600 pessoas, traz obras do artista Léo Piló.

Para a noite de abertura foram convocados dois DJs que foram residentes do Balanço: Fausto e Alex C. Haverá ainda bateria do Samba Queixinho e MC Zillermano. E a ideia é que o MB role em todos os sábados até o carnaval.

MOVIMENTO BALANÇO
Aos sábados, a partir das 19h, no Barracão do Queixinho, Rua Conquista, 245, Carlos Prates. Ingressos: R$ 20.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA